Topo

Moda


Moda

Tudo o que já sabemos sobre a Fenty, nova grife de luxo da cantora Rihanna

Gustavo Frank

Da Universa

20/05/2019 19h04

Nesta segunda-feira (20), Rihanna acabou com a ansiedade de muita gente revelando a data para o lançamento da sua grife de luxo, a Fenty, para esta sexta-feira (24).

"As mulheres são a força dessa terra. Nós somos multifacetadas, complexas, vulneráveis e, ainda assim, à prova de balas, e a Fenty fala com todas as nossas complexidades. Alguns dias eu quero ser submissa, muitos dias eu estou completamente no comando, e na maioria dos dias, eu sinto que estou sendo ambos. Então era indispensável que nós criássemos uma linha versátil o suficiente para nos abraçar e nos celebrar desta maneira. [?] Eu estou empolgada para ver as pessoas nas minhas roupas, cara", afirmou ela em comunicado à imprensa.

Com roupas, sapatos, joias, óculos, a Fenty terá inicialmente uma loja temporária em Paris, na França, onde o público terá o primeiro acesso às peças, que também poderão ser adquiridas por meio do e-commerce -- e futuramente por meio das lojas físicas, sem locais divulgados até então.

Mas o que podemos esperar da grife? Uma possível é resposta é o visual clean, como mostrou o fashion film da primeira coleção. Nas imagens, liberadas só para dar um "gostinho" do que virá, os modelos estão todos usando peças lisas, principalmente nas cores branca, bege e preta.

Dá até para ver a própria Rihanna arrumando o cabelo e acessórios dos modelos, caso alguém ainda tenha dúvidas do quão envolvida ela está no projeto.

Em entrevista à revista digital "T: The New York Times Style Magazine", a cantora também apresentou parte das peças, sendo algumas delas os óculos "futuristas", blazers, jaquetas e camisas.

Reprodução/Instagram/@badgalriri
Imagem: Reprodução/Instagram/@badgalriri

Reprodução/Instagram/@badgalriri
Imagem: Reprodução/Instagram/@badgalriri

Na matéria, Rihanna cita o medo que teve de se aventurar no mundo dos negócios e o motivo pelo qual escolheu usar seu sobrenome, Fenty, tanto nas maquiagens como nas roupas, em vez de Rihanna, como o mundo já a conhece.

"Eu tinha medo de entrar para esse mundo. Vi marcas como Hilary Duff e Hannah Montana terem tanto sucesso, mas chegarem a um ponto em que ficaram tão saturadas, que isso se diluiu em suas marcas pessoais. Essa reflexão me fez pensar: 'eu não vou fazer isso, porque você perde o respeito e a credibilidade'. Então toda colaboração que fiz fora da música, usei Fenty, porque assim você não precisaria ouvir 'Rihanna' toda vez que visse uma marca minha. Rihanna fica para a música, a pessoa. Os negócios para Fenty", comentou.

Essa será a primeira vez que uma mulher cria uma marca de luxo dentro do Grupo LVMH, colocando Rihanna como a primeira mulher negra no comando de uma label do conglomerado. A Fenty, inclusive, é a primeira marca que o Grupo LVMH cria do zero desde que abriu as portas da grife própria de Christian Lacroix, em 1987.