Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Mulheres criam thread no Twitter para contar suas histórias de mansplaining

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Da Universa

08/05/2019 13h48

Quantas vezes você já foi interrompida por um homem insistindo em explicar algo óbvio? Como se você não fosse capaz de entender? O termo atribuído a esse comportamento é mansplaining -- e praticamente toda mulher já foi vítima desse desmerecimento.

No Twitter, a Leila Germano (@LeilaGermano) começou uma thread pedindo para que outras meninas compartilhassem suas histórias a fim de orientar os homens a não passarem por esse "vexame".

"Meninas, contem suas histórias de mansplaining para os minos observarem que não é fácil e que eles podem evitar vexames. Começo: hoje me explicaram que Avengers Ultimato é continuação de Avengers Guerra Infinita", escreveu ela.

Só faltou fazer o desenho?

Chega no ouvidinho e fala: "o jeito que você me explica algo óbvio me faz suspirar":

Das artes ao ginecologista:

Atualizando as configurações de mansplaining:

Até porque todos os homens usam absorventes...

Primeiro produto da lista de compras:

Aquele famoso ditado: quer ensinar o Papa a rezar?

Obrigada, por nada:

Homens que explicam a história do machismo para mulheres historiadoras:

Você já pensou em oferecer curso sobre como abrir garrafas plásticas?

E nossa reação para todas essas histórias é essa:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Stalkeadas