Topo

SPFW


SPFW

"Fatalidades acontecem e era a hora dele", diz mãe de modelo que morreu

Heloisa Cotta com o filho, o modelo Tales Soares - Reprodução/Instagram
Heloisa Cotta com o filho, o modelo Tales Soares Imagem: Reprodução/Instagram

Camila Brandalise

Da Universa

28/04/2019 14h33

Heloisa Cotta, mãe do modelo Tales Soares (conhecido como Tales Cotta), que faleceu após ter um mal súbito durante um desfile da SPFW no sábado (27), esclareceu que o filho não estava sem se alimentar e que não sofria de epilepsia. "Poucos minutos antes do desfile, perguntei se havia se alimentado, e ele me respondeu que tinha comido bastante, que tinha tudo no backstage", afirmou, em um post no Facebook.

"Informo também que ele não sofria de epilepsia, e que epilepsia não mata", prosseguiu. Heloisa salientou que o filho sempre teve "muita saúde" e sempre "se cuidava com exames periódicos". "As fatalidades acontecem e era a hora dele." A família aguarda o laudo que indicará a causa do mal súbito. A irmã do modelo, Alexandra Soares, informou à Universa que o documento deve ficar pronto em 60 dias.

Além dos esclarecimentos nas redes sociais, a mãe também lamentou a perda do filho. "Era um menino de ouro", disse, "não tinha vícios. Vai fazer muita falta." O velório, segundo informa Heloisa, será realizado na segunda-feira (29), na cidade de Manhuaçu (MG), terra natal do modelo.

Pelo Instagram, ela fez outra homenagem, em um texto acompanhado da foto que Soares havia lhe enviado poucas horas antes do desfile. "Você me deixou aqui nesse plano. Meu companheirinho de tudo. Com a gente não tinha segredos", escreveu. "Mas você é luz. Agora está junto do seu irmão Vitor e do vô Valdemar. Sua missão aqui se encerrou. Amor eterno."

Soares, 26, faleceu após ter um mal súbito na passarela, enquanto desfilava pela grife Ocksa, quando tropeçou e caiu. Ele chegou a ser atendido por uma equipe de socorristas, mas não resistiu. "Estamos prestando toda a assistência necessária neste momento", afirmou a SPFW em comunicado.

Após desmaiar, Soares foi levado para o lado de fora do espaço dos desfiles, a Arca, na zona oeste de São Paulo. Os bombeiros tentaram reanimá-lo e, na sequência, o levaram ao Pronto Socorro Municipal Lapa.