PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Mulher chama a polícia após cachorro de homem negro "perseguir" o seu cão

Reprodução
Imagem: Reprodução

Da Universa

28/02/2019 21h05

Nos Estados Unidos, uma mulher está sendo acusada de racismo após chamar a polícia com a justificativa de que o cachorro de um homem negro atacou o seu cão de estimação.

Na última quinta-feira (28), um vídeo de um homem, identificado como Franklin Baxley, de Attleboro, em Massachusetts, discutindo com duas mulheres brancas em um parque para cachorros se espalhou na internet.

No diálogo da gravação, a mulher parece ter ficado ofendida depois que seu cachorro foi "perseguido" pelo animal do rapaz. Depois disso, ela liga para a polícia para que a autoridade "tome as devidas providências".

"Isso não é apropriado para um parque de cães", diz ela no vídeo, em que alega ainda ter sido "atacada verbalmente" por Franklin, que apenas discordou da sua afirmação, dizendo já ter visto casos como esse ocorrerem antes.

Segundo a "Complex", a mulher afirmou ainda que o cachorro de Franklin continuou a se "masturbar" e "atacar" o seu cão mesmo após a intervenção.

"Se eu não fosse negro, ela não se sentiria ameaçada por eu falar com ela ou desafiar as suas ordens para que eu deixasse o parque. Sou dono de um cachorro responsável e amigável. Qualquer um que vai para àquele parque sabe que os animais por lá agem dessa forma", disse Franklin, que é ex-advogado.

Diversidade