Topo

Sexo

Ele tem pênis grande? 9 dicas para curtir a versão GG sem dramas

O emoji representa bem sua situação? - iStock
O emoji representa bem sua situação? Imagem: iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

25/02/2019 04h00

Sonho de consumo de muitas, motivo de orgulho para muitos, a verdade é que o pênis avantajado pode causar desconforto ou mesmo dor durante a transa.

Antes de tudo, é preciso saber: "A vagina é preparada para receber qualquer tamanho de pênis; é elástica, tanto na largura quanto no comprimento", afirma a fisioterapeuta da sexualidade Marcia de Oliveira Pereira, do Espaço Íntimo Fisioterapia, mestre e doutora em Ciências da Saúde. Menos mal, não é?

A seguir, listamos algumas dicas para você aproveitar a versão extra large sem dramas ou traumas:

Turbine as preliminares

Regra básica para o sexo bom, as preliminares se mostram ainda mais necessárias diante de um pênis GG. Se a vagina não estiver "pronta", a penetração vai parecer áspera e causar pequenas fissuras que provocarão dor - além de serem brecha para infecções. "Quando relaxada, a vagina varia de 5 a 8 centímetros de profundidade (da vulva até o colo do útero) e, excitada, expande até alcançar de 10 a 15 centímetros. Quanto ao diâmetro, pode expandir 10 vezes o seu tamanho em repouso", conta Marcia.

Apele para lubrificantes

Pode ser que as preliminares não bastem. Nesse caso, lubrificantes artificiais complementam a umidade natural, minimizando o atrito. Prefira produtos à base de água, que oferecem menos chances de reações alérgicas. "Caso opte por algum com gosto ou cheiro, teste-o antes no antebraço", ensina Nelly Kim Kobayashi, sexóloga e parceira da Innuendo. 

Fuja dos anestésicos

Apelar para géis com efeito anestésico ou dessensibilizante, como precaução para incômodos, não é nada recomendado. "Com a sensibilidade reduzida, a brincadeira pode exceder o limite do conforto e, apesar de prazerosa no momento, causar dor posterior ao ato, quando o efeito passar", avisa Gislene Teixeira, coach de relacionamento e sexualidade, conciliadora e mediadora de conflitos.

Recorra ao anel peniano

Se o pênis for comprido demais e mobilizar muito o colo do útero, tende causar incômodo ou cólica, inclusive depois do sexo. Alternativa para evitar o contato é apelar para um anel peniano, que limita o quanto o pênis entra na vagina.

Comece devagar

Pressa é palavra que não combina com um pênis corpulento. Como a vagina é elástica, ir com calma e penetração lenta podem ajudar a fazer com que o órgão masculino se molde melhor dentro da mulher, evitando dores.

Prefira posições de comando

Recomenda-se explorar em que o pênis não entre completamente na vagina ou que a mulher dite o ritmo. Sentada, de frente ou de costas para o homem e chamada de Vaqueira e Vaqueira Reversa, é a melhor opção para controlar o quanto o pênis pode entrar. Lado a lado (de conchinha ou de colher) também evita que o órgão vá muito fundo. Evite transar na posição de quatro - ou saiba que é por sua conta e risco. 

Deixe a penetração para o final

Encare-a como a "cereja do bolo" e segure-a até o final da transa. "Não tenha pressa! Deixe a penetração para quando se sentir bem confortável. Enquanto isso, invista na masturbação a dois e massagens pelo corpo inteiro, use sex toys e produtos sensuais, explore aromas. Isso é muito prazeroso, extremamente relaxante e excitante, aumentando e prolongando o prazer que está por vir", sugere Gislene.

Converse e defina códigos

Casal que não evita o diálogo na cama mostra cumplicidade e respeito aos limites. É importante que os dois determinem códigos ou palavras-chave para controlarem até onde ir. Quando a mulher gesticular ou falar o que foi combinado, é hora de interromper a penetração ou tentar uma nova posição.

Treine a musculatura

 
Esteja preparada para a próxima vez, explorando exercícios íntimos específicos. O preparo costuma ser feito com auxílio de dilatadores (estruturas que se assemelham ao pênis) ou mesmo vibradores personais, que alongam e trabalham a musculatura vaginal. O treino constante ainda estimula o fluxo sanguíneo local, deixar a musculatura com mais colágeno, forte e sadia e, de quebra, rende bastante prazer.

Sexo