PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

Líderes de torcida assediadas ganham "prêmios" por seios nos EUA

Líderes de torcida triste - Getty Images/
Líderes de torcida triste Imagem: Getty Images/

Da Universa

23/02/2019 15h58

Líderes de torcida norte-americanas foram alvo de assédio de treinadores e eram constrangidas para receber "prêmios" como "maiores peitos" da temporada. A escola Tremper, no estado de Wisconsin, está sendo ameaçada de processo por pais das estudantes e por associações. O caso escancarou o tratamento misógino que escolas norte-americanas impõem às suas alunas. 

Os assédios contra as foram reveladas pelo jornal The New York Times. Um dos técnicos chegou a falar na frente de cem pessoas que uma estudante, premiada com prêmio "peitos gigantes", tinha seios tão grandes que podem causá-la uma lesão.

Segundo uma organização norte-americana, os técnicos assediavam as alunas com comentários de cunho sexual e pejorativo em relação à aparência. 

Professoras denunciaram os episódios ao diretor, Steve Knecht, que não tomou providência para impedir os "prêmios" pela aparência dadas às líderes de torcida. Os pais das garotas também tinham feito queixas formais contra a escola, que só se pronunciou após a repercussão da reportagem. 

A escola afirmou ao jornal que vai investigar os casos, mas a próxima cerimônia do prêmio está agendada para março. 

Violência contra a mulher