Topo

Autoestima


Professora corta cabelo em apoio à aluna agredida 'por parecer um menino'

A professora Shannon Grimm e a aluna Prisilla Perez - Reprodução/Facebook
A professora Shannon Grimm e a aluna Prisilla Perez Imagem: Reprodução/Facebook

da Universa, em São Paulo

21/02/2019 10h37

Após perceber que Prisilla Perez, de 5 anos, estava sofrendo bullying de colegas por causa de seu cabelo curto, a professora americana Shannon Grimm decidiu tomar uma atitude para recuperar a autoestima da aluna.

Para isso, ela aderiu também ao corte pixie da menina, que não só ajudou Prisilla a se recuperar, como rendeu um prêmio à educadora da Meador Elementary School, em Willis, no estado do Texas.

Os comentários dos colegas, contou a própria estudante na quinta-feira (14) à emissora "KTRK", filiada local da rede "ABC", a deixavam em lágrimas. "Eu chorava porque eu achava que a escola não era um lugar divertido."

Prisilla então começou a usar chapéus na sala de aula para cobrir seu cabelo, mas esta não foi a única mudança de comportamento que a professora notou.

"Os colegas dela começaram a chamar de menino e estas palavras a machucaram fundo. Toda vez em que eu colocava meu braço ao redor dela para ajudá-la com a lição, ela ficava paralisada e nervosa".

Na tentativa de ajudar Prisilla e ensinar aos outros alunos uma lição, Shannon decidiu cortar seu cabelo durante as férias de fim de ano, mostrando seu novo corte em uma transmissão ao vivo no Facebook em dezembro. 

"Então, eu fiz algo hoje, cortei todo o meu cabelo. Tenho uma amiga na minha sala de aula que tem o cabelo bem curtinho e não é culpa dela. Ela queria ter o cabelo comprido, ela ainda quer, mas há alguns motivos pelos quais ela teve que cortar seu cabelo", explicou no vídeo.

"Ela tem estado bastante triste e deprimida na escola porque seus amigos pensam que ela parece com um menino. É exatamente por isso que cortei meu cabelo. Meus alunos na minha turma são como meus filhos, eu os amo tanto e quando eles vêm para escola tristes e nervosos, isso me destrói." 

Quando as aulas foram retomadas, no início do ano, Shannon começou a levar acessórios iguais para que as duas usassem durante o dia, o que aos poucos fez com que Prisilla recuperasse sua autoconfiança.

No dia 11 de fevereiro, a aluna recebeu o prêmio de Aluna do Mês entre as escolas do seu distrito e a professora também foi homenageada com uma medalha entregue pela garota por ser 'sua heroína'.

Ao programa "Today", Shannon citou ainda que Prisilla disse ter aprendido uma lição importante com ela.

"'Quando eu for grande como você, terei colegas que serão maldosos comigo, mas eu serei legal com eles como você foi."