PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Carla Perez: "Não deixaria a minha filha dançar na boquinha da garrafa"

Carla Perez em evento neste sábado (9) - Manu Scarpa/Brazil News
Carla Perez em evento neste sábado (9) Imagem: Manu Scarpa/Brazil News

Carol Martins

Colaboração com a Universa

09/02/2019 20h17

Apesar do bom humor e de não ter nenhum problema em relembrar os tempos de Loira do Tchan!, Carla Perez disse, neste sábado (9), à Universa, que não deixaria sua filha, Camilly Victoria, de 17 anos, seguir os seus passos. Nem mesmo como brincadeira. "Não deixaria minha filha dançar na boquinha da garrafa. As pessoas estão muito mais maldosas hoje em dia. Quando eu era do É o Tchan!, por mais que a gente fizesse uma dança sensual, não era com uma conotação sexual. Hoje em dia as coisas são muito mais sexuais", fala a anfitriã do bloco Algodão Doce. 

A cantora esteve, neste sábado (9), no lançamento da coleção Reflexos, da marca de lingerie Nayane Rodrigues, como uma das convidadas e modelo do desfile. Carla também comentou sobre a oportunidade de mandar os filhos para fazer um intercâmbio para o exterior. "A gente já pensava em mandá-los para estudar fora, mas queríamos fazer isso mais para a frente. No entanto, quando eles começaram a pedir bastante, eu e Xanddy decidimos adiantar os nossos planos. Mas eram os nossos planos, meu e do Xanddy, e não os das cabecinhas deles", pontua. A loira também diz que toma cuidado para que Camilly não fique deslumbrada com o mundo das redes sociais. "Ela recebe muitos elogios, mas também estou preparando ela para receber críticas", comenta. 

Vida em família e casamento

Como estava no lançamento de uma coleção de lingerie, o assunto logo apareceu na conversa. Carla Perez conta que gosta de apimentar a relação de 19 anos com Xanddy usando conjuntos de calcinha e sutiã e até body. "É um ótimo investimento, porque gosto de me sentir bonita e sensual", explica. 

Porém, ela não abre mão do conforto quando este é o momento. "Dependendo da roupa, eu preciso usar algo que me deixe à vontade, como se não estivesse usando nada. É importante ter a praticidade", diz. 

Mães e filhos