Topo

Violência contra a mulher


Grávida de 8 meses, mulher é arrastada por seguranças do metrô na Suécia

Caso aconteceu na estação de Hotorget - iStock
Caso aconteceu na estação de Hotorget Imagem: iStock

Da Universa

07/02/2019 15h35

O vídeo de uma mulher negra, grávida de oito meses, sendo arrastada para fora de um vagão do metrô de Estocolmo, na Suécia, chocou internautas pela brutalidade dos seguranças que a abordaram. 

De acordo com uma reportagem publicada pela "BBC" na última sexta-feira (1), a mulher foi retirada do vagão porque não teria pago a passagem. 

Depois de retirarem a passageira do trem de forma violenta, dois seguranças a imobilizaram sobre um banco da plataforma -- um deles chega a subir em cima dela para mantê-la presa.

A filha da passageira, que aparenta ter cerca de 6 anos, assiste à cena toda chorando, enquanto é mantida afastada da mãe por um terceiro policial. 

Tudo aconteceu na última quinta-feira (31), na estação de Hotorget.

A organização feminista e anti-racista Men for Gender Equality disse que esta não foi a primeira vez que seguranças suecos foram agressivos ao lidar com pessoas negras nos últimos meses.

"Quando se trata de pessoas de cor -- suecos não brancos -- há muitas evidências de que os seguranças usam a violência quando isso é totalmente desnecessário", disse o presidente Alan Ali. 

Consequências

Depois das agressões, a mulher foi encaminhada ao hospital para receber cuidados. 

De acordo com a "BBC", os dois guardas que a agrediram foram afastados e devem permanecer suspensos enquanto o caso é investigado. A polícia considera registrar a ocorrência como agressão, já que a vítima ficou ferida. 

"Há muitos vídeos de celulares que foram postados sobre isso e sugerem que os guardas de segurança eram fortes demais", disse Henrik Palmer, porta-voz do provedor de transportes públicos de Estocolmo.