PUBLICIDADE

Topo

Direitos da mulher

"M" vira "W" em homenagem de rede de fast-food para o Dia das Mulheres

Da Universa

08/03/2018 09h42

McDonald’s quer ser das “women” (mulheres, em inglês) e para isso inverteu seu icônico logo dos arcos dourados que formam a inicial da marca, que virou um “w”. A iniciativa faz parte de uma homenagem da rede de fast-food ao Dia Internacional da Mulher e está disponível em poucas unidades nos Estados Unidos.

Um dos “arcos virados” foi fotografado e postado no Instagram por um homem da Califórnia.

Veja também

E não é só a rede de lanchonetes que deu nova cara a um ícone para colocar as mulheres em evidência. Na semana passada, a marca de uísque Johnnie Walker anunciou uma edição limitada aos EUA em que o homem que sempre continua andando é substituído por Jane, mais uma mulher atrás de espaço e voz.

Críticas

Após surgirem as fotos das lojas da rede de fast-food, algums mulheres foram as redes sociais denunciar que as condições de trabalho na rede não são nada feministas. O movimento Fight for 15 postou: "Sim, um lugar com pagamentos justos, que ofereça tempo para a família, que respeite seus sindicatos e proteja as mulheres de ganhos baixos e de assédio sexual. @McDonalds está virando seu “M” de cabeça para baixo. Mulheres, o que vocês preferem?".

Post do Fight for 15 - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Outras lembraram que lojas da rede nos Estados Unidos enfrentam processos por assédios sexuais.

Direitos da mulher