PUBLICIDADE

Topo

Universa

As cenas de sexo mais excitantes de filmes que não são pornô

Helena Bertho

do UOL

08/12/2017 04h00

Se você está em busca de algo para inspirar o sexo, mas não é fã de filmes pornôs, saiba que existem filmes 'comuns' com cenas de sexo melhores que a maior parte do que está no X Vídeos. Muitas delas, em produções que você nem imaginaria.

Veja também

E, apesar de ser ficção, elas acabam sendo mais realistas que a pornografia e ainda têm história por trás. Escolhemos aqui algumas dos melhores momentos de sexo no cinema tradicional. Então pode sentar no sofá, esquecer a pipoca e deixar o tesão rolar.

Keira Knightley e James McAvoy em cena do filme "Desejo e Reparação" (2007) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação
Desejo e Reparação

Vencedor do Globo de Ouro de melhor drama, em 2008, esse filme tem uma das cenas mais excitantes que o cinema já fez. Ela acontece na biblioteca, quando os personagens de Keira Knightley e James McAvoy liberam todo o desejo reprimido e transam entre os livros. 

Blue Valentine (2010) - Foto: Divulgação/Texto: Chico Fireman - Foto: Divulgação/Texto: Chico Fireman
Imagem: Foto: Divulgação/Texto: Chico Fireman
Namorados para sempre

Ryan Gosling e Michelle Wilians esbanjam química nesse filme, mas tem uma cena específica que é de deixar qualquer mulher excitada: a de sexo oral. Ele simplesmente não para até que ela tenha um orgasmo. Que mulher não quer isso?

Cena do filme 9 1/2 Semanas de Amor - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução
9 1/2 semanas de amor

O filme é todo sobre as descobertas sexuais de um casal e cenas eróticas não faltam. Mas a cena em que eles usam alimentos para estimular os sentidos e se provocar é uma delícia e uma verdadeira inspiração.

Interpretando Nina, uma bailarina que vai assumir o posto principal de uma companhia de balé, Natalie Portman protagonizou uma das cenas mais quentes do cinema no filme "Cisne Negro", de 2011. A beldade se envolve com a dúbia Lilly, interpretada por Mila Kunis - Reprodução/Egotastic - Reprodução/Egotastic
Imagem: Reprodução/Egotastic
Cisne Negro

Não dá para saber se Nina e Lily realmente fizeram sexo ou foi só imaginação. Mas a transa entre as duas é repleta de tensão e desejo. Assistindo, você fica num misto de excitação com medo do que pode rolar em seguida.

"O Império dos Sentidos" (1976), de Nagisa Oshima, faz parte do ciclo Cine Proibido - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação
O Império dos Sentidos

Essa produção japonesa é considerada por muitos como um filme erótico. Conta a história de uma ex-prostituta que vive uma paixão arrebatadora e cheia de desejos com seu patrão. Não dá para elencar uma cena do filme, porque ele todo é maravilhoso.

Os Sonhadores - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução
Os sonhadores

A cena em que Isabelle, vivida por Eva Green, perde a virgindade no chão da cozinha é maravilhosa. Ainda mais porque antes dela vem toda uma construção de sedução e desejo dos personagens que contagiam o espectador.


Universa