PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Sheron Menezzes defende o parto humanizado: "O bebê tem o tempo dele"

Sheron Menezzes mostra barriga de nove meses de gestação - Reprodução/Instagram/sheronmenezzes
Sheron Menezzes mostra barriga de nove meses de gestação Imagem: Reprodução/Instagram/sheronmenezzes

Do UOL

17/10/2017 15h30

À espera do seu primeiro filho, Sheron Menezzes resolveu compartilhar com seus seguidores no Instagram o desejo de ter um parto humanizado.
Com 38 semanas e prestes dar à luz, a atriz afirmou que está literalmente aguardando o chamado do bebê. “Estou pronta. Esperando o seu tempo. Esperando você de alguma forma me enviar um sinal... porque estou pronta sim, mas e você filhote? Está?".

“Muitas pessoas quando olham para minha barriga, me perguntam: já marcou? Marcar o que? O encontro com meu neném? O nascimento do seu bebê não deve ser tratado como um compromisso que você marca na agenda... o bebê tem o tempo dele, é um momento de conexão da mãe com seu filho.... Claro que existem exceções, claro. Mas ainda existem muitas dúvidas sobre o parto humanizado”.

Em seguida, Sheron dissertou sobre a humanização do parto e a importância da mãe e do filho serem os personagens principais desse momento tão único.

“Sabe o que é isso? O parto humanizado? Respeitar a vontade da mulher. Ter a mãe e o bebê como protagonistas. Não forçar que a mãe faça algo que ela não quer... Até uma cesárea pode ser humanizada. Parto ideal e recomendado, é aquele que é melhor para o bebê e para mãe. Não aquele que o seu médico quer. Se você tem vontade, se sente mais segura ou confortável tendo um parto assim ou assado, você deve procurar um médico e uma equipe que jogue junto com você e faça de tudo para que isso aconteça. Que te incentive, te dê coragem e te mostre que você pode. Porque você pode sim!”.

Ainda sobre a tão falada dor do parto, Sheron explicou que palavras amigas podem muitas vezes encorajar uma mulher para um momento tão delicado, cheio de receios e surpresas.

“Dói? Mais para umas mulheres do que para outras. Mas se trocarmos o registro e entendermos que não é uma dor qualquer, que é seu corpo ajudando seu filho a nascer, as coisas podem e devem ficar mais prazerosas... Escolhi um parto humanizado. Minha primeira opção será um parto normal natural. Isso se meu guri permitir, pois ele é a minha prioridade... E farei de tudo por ele... Tudo! Encontrei meu time e estou muito feliz e segura! Pense em você e pense no bebê. Não deixe que ninguém decida por vocês. Se informe muito. Foi o que eu fiz e o que ainda estou fazendo... A decisão é sua”, finalizou.

Mães e filhos