Topo

Universa


Universa

Shannon Purser, Barb de Stranger Things, dá lição sobre cultura do estupro

Shannon como "Barb", em Stranger Things - Divulgação Stranger Things
Shannon como "Barb", em Stranger Things Imagem: Divulgação Stranger Things

Do UOL, em São Paulo

30/09/2017 17h11

Em um post feito em sua conta no Instagram, a atriz norte-americana Shannon Purser, a “Barb” de Stranger Things, deu sua visão de como, para ela, funcionam os métodos da cultura do estupro em nossa sociedade.

“É quando escolas dizem às vítimas que não denunciem o estupro porque pode pegar mal para a imagem da instituição. É quando ensinam às crianças que o sexo é um marco tão importante, que se elas não o vivem o mais rápido possível, estão perdendo algo. É quando as denúncias das mulheres são desconsideradas porque esse tipo de acusação poderia ‘arruinar a vida do estuprador’”, escreveu, pedindo ainda que para mais informações, as pessoas acessem o site da ONG Rainn, dedicada à luta contra violência sexual nos Estados Unidos. 

@shannonpurser
Imagem: @shannonpurser

Para Purser, não há uma forma instantânea de acabar com a cultura do estupro, é necessário um recomeço: “Ensinar nossas crianças sobre consentimento”. E mais: “Levar a sério quando as pessoas denunciam estupro e assédio”.

Política, não é a primeira vez que a atriz, de 20 anos, usa uma rede social para se posicionar. Em Abril deste ano, Purser se declarou bissexual em um tweet inspirador

Mais Universa