Topo

Beleza

Coreanas alertam: melancia é o novo aliado da pele perfeita! Será?

Melancia é realmente um aliado da beleza? - Getty Images
Melancia é realmente um aliado da beleza? Imagem: Getty Images

Daniela Carasco

do UOL, em São Paulo

15/09/2017 04h00

Referência quando o assunto é beleza e cuidado com a pele, as coreanas, que usam até 20 dermocosméticos por dia e estão na vanguarda dos lançamentos, acabam de surgir com mais uma moda. Se depender delas, a melancia já é o novo aliado da cútis perfeita.

Sinônimo de verão, a fruta que serve de base para sucos e saladas, entrou para o radar de ativos da beleza, assim que a marca oriental Glow Recipe lançou, há poucos meses, a máscara “Watermelon Glow Sleeping Mask”, esgotada em poucas horas. A promessa da máscara noturna facial é de hidratação e brilho.

Rapidamente, o produto se transformou em item-desejo “obrigatório” no nécessaire.

Só comer, resolve?

Rica em água, que representa 96% de sua composição, o consumo da fruta pode, sim, contribuir para a hidratação do corpo como um todo. Porém, do ponto de vista dermatológico, ainda não há evidências de que sua aplicação traz benefícios.

Segundo Luciana Conrado, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), “o que se sabe é que a presença de licopeno, que dá a cor avermelhada à melancia, assim como a vitamina C fazem dela um bom antioxidante e fotoprotetor natural quando consumida.”

Antioxidantes são substâncias que combatem a formação de radicais livres no organismo, responsáveis por favorecer o envelhecimento celular.

Quando o assunto ainda é sua ingestão, a especialista revela que, por se tratar de uma das principais fontes de citrulina, aminoácido que melhora a circulação sanguínea, a fruta é capaz também de acelerar o metabolismo e melhorar a circulação sanguínea.

Vale aplicar direto sobre a pele?

De acordo com Luciana, o extrato da melancia possui ácido hialurônico e outros alfa-hidroxiácidos, ativos responsáveis por deixar a pele mais hidratada quando aplicados topicamente. Porém, esse efeito ainda não foi oficialmente comprovado por meio do uso da fruta em específico.

Por ora, é possível afirmar que, assim como os grãos de açúcar, suas sementes, quando trituradas, podem servir de esfoliante e eliminar as células mortas da pele.

No Brasil, ainda não existem produtos que carregam a fruta entre seus ingredientes. Por aqui, ela ainda se restringe às essências.
 

Mais Beleza