Topo

Universa


Universa

Modelo revela identidade trans: "Estou aqui para lutar por nossa liberdade"

Teddy Quinlivan  na Semana de Moda de NY - Reprodução/Instagram
Teddy Quinlivan na Semana de Moda de NY Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL

14/09/2017 09h45

Destaque em desfiles de grifes como Jeremy Scott, Carolina Herrera, Diane Von Furstenberg e Marc Jacobs, a modelo Teddy Quinlivan foi a público para revelar, pela primeira vez, que é trans.

Hoje, aos 23 anos, a jovem diz que vai tentar de tudo para fazer a diferença para quem, como ela, já sofreu com o preconceito e a violência.

Descoberta em 2015 pelo diretor criativo da Louis Vuitton, Nicolas Ghesquière, Theodora afirma que decidiu revelar sua identidade por conta do clima político mundial, mas em particular o americano. "Fizemos progressos sob a administração de Obama, mas desde que a nova gestão assumiu tem sido um retrocesso", afirma em entrevista à CNN.

"Tenho muita sorte por estar nesta posição e é muito importante tomar alguma vantagem em tempos como este", diz, citando o crescimento da violência contra pessoas transgênero.

Sobre como isso pode influenciar sua carreira, Teddy afirma que está um pouco nervosa, mas que desde sua transição - aos 16 anos - tem tido bastante sorte em não ter sido notada como alguém diferente. E hoje, assumida, tem ganhado apoios relevantes, como o do estilista Marc Jacobs – para quem desfilou na última Semana de Moda de NY. "Meu otimismo supera o medo", declara.

Em post em seu Instagram, a modelo faz declarações emocionadas sobre sua militância: "Estou aqui para lutar por nossa comunidade, lutando por nossa liberdade".

Ao lado de Laverne Cox e Caitlyn Jenner, Teddy acredita que um caminho para a aceitação e inclusão das pessoas trans em qualquer área é cada um fazer a sua parte, dando mais visibilidade a quem passou ou está passando por transição.

Mais Universa