PUBLICIDADE

Topo

Universa

Após ser chamada de gorda, Chloe Moretz fala sobre sexismo em Hollywood

Chloe Grace Moretz - Getty Images
Chloe Grace Moretz Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/08/2017 15h55

A desigualdade entre os sexos ainda é bastante presente em nossa sociedade, mesmo entre as estrelas de cinema. Foi o que mostrou uma entrevista que Chloe Grace Moretz deu para a revista norte-americana "Vanity Fair". Atualmente com 20 anos, a atriz relembrou a história que mais a tocou: foi chamada de gorda por um ator com quem fazia par romântico em um filme, durante as gravações.

"Esse cara falou: 'Eu nunca namoraria com você na vida real ", e eu fiquei meio que assim: 'O que?' No que ele continuou: 'Sim, você é muito grande para mim...no tamanho'", contou Chloe, que protagonizou filmes como "Carrie, a Estranha" e "Deixe-me Entrar".

Apesar de dizer que esse foi um dos únicos atores que já a fizeram chorar no set, Chloe preferiu não revelar a identidade do tal rapaz, ressaltando apenas que ele tinha "23, 24 ou 25 anos" e que ela tinha cerca de 15 anos na época. Após o episódio, Chloe lembra de ter chegado chorando e transtornada até o irmão, contando o que havia acontecido. "Depois, ainda tive que voltar ao set e fingir que essa pessoa era um interesse amoroso, e foi realmente difícil...", contou.

Ator inventou mentiras

O incidente foi apenas uma das muitas vezes em que Chloe disse ter encontrado-se em uma situação sexista. Em outro projeto, segundo ela, a atriz diz que sua co-estrela masculina inventou mentiras sobre sua pessoa para tentar aumentar a própria reputação aos olhos do diretor do filme. "Coisas loucas, coisas que eu nunca faria, coisas pouco profissionais e que não fazem sentido", disse.

Quando questionada se tinha conhecimento de projetos onde recebeu um pagamento menor do que o outro ator principal, ela não lembrou de nenhuma história específica, mas falou sobre a questão da desigualdade de gênero em Hollywood. Segundo ela, apesar de já ter seu trabalho reconhecido no mercado, ela ainda sua para comprovar sua capacidade.

"Agora falam: 'oh, você é muito conhecida, seu rosto está em muitos lugares'. Se eu fosse desconhecida, então eu não saberia o suficiente", lembra, sobre a batalha constante para se manter na indústria.

"Muito loira"

Recentemente, a atriz deixou de ser considerada para um papel simplesmente por conta da cor de seu cabelo. "Me falaram que eu era muito loira e que não poderiam lançar duas garotas loiras no mesmo filme", contou. "Essa é uma maneira tão masculina de olhar para as coisas, mas lido com isso diariamente", acrescentou.

Embora seja uma situação desafiadora, a atriz continua otimista com o progresso da indústria do entretenimento. "Eu vi uma grande mudança apenas no número de cineastas mulheres trabalhando recentemente", observou ela, dando como exemplo Desiree Ahkavan, que a dirigiu em seu próximo filme "The Miseducation of Cameron Post". "Estamos dando grandes passos, mas é um longo caminho. Não estamos perto do topo e precisamos nos recuperar do atraso. Temos um longo caminho a percorrer."

Universa