PUBLICIDADE

Topo

Universa

Busca por cabelo cacheado na internet ultrapassa fios lisos pela 1ª vez

Getty Images
Imagem: Getty Images

Denise de Almeida

Do UOL

08/08/2017 20h52

A "ditadura da chapinha" caiu há alguns anos e agora é o crespo que está cada vez mais em alta. Prova disso é que, no Brasil, as pesquisas na internet por cabelos cacheados cresceram 232% em 2017, ultrapassando o interesse por fios lisos pela primeira vez.

Os dados, divulgados nesta segunda-feira (7) pelo Google, ainda mostram que as buscas por cabelos afro tiveram um aumento de 309% nos dois últimos anos.

O estudo do Google ainda aponta que 1 a cada 3 mulheres diz já ter sofrido preconceito por conta de seu cabelo. Outro dado triste é que 4 a cada 10 mulheres contaram já ter sentido vergonha de seus cachos.

Por outro lado, cada vez mais cacheadas têm se libertado das químicas de alisamento e buscado conhecer, cuidar e valorizar seus fios naturais. Como resultado, as pesquisas na web sobre transição capilar (período em que os fios estão se recuperando dos alisamentos) têm crescido: foi um aumento de 55% nos últimos dois anos.

O YouTube acaba sendo uma fonte de pesquisa justamente para quem está nesta fase de transição entre a química e o retorno dos cachos: metade das buscas feitas na plataforma de vídeo está relacionada a cabelos. A pesquisa divulgada pelo Google aponta ainda que 3 de cada 5 mulheres cacheadas disseram consultar vídeos deste tipo para aprender a cuidar de seus fios.

Universa