PUBLICIDADE

Topo

Relacionamentos

Mulheres fazem "teste do vestido" para revelar comportamento machista

Do UOL, em São Paulo

16/01/2017 13h53

No último final de semana, uma nova mania surgiu entre mulheres, com a intenção de descobrir comportamentos machistas em namorados, maridos ou mesmo no próprio pai. Muitas enviaram via Whatsapp uma imagem da bailarina Aline Riscado usando um vestido cheio de recortes (acima), dizendo estarem dispostas a comprar um modelo igual e pedindo a opinião da outra pessoa.

A peça foi usada por Aline em 25 de abril de 2016, durante uma participação no "Pânico na Band". Na época, elogios como "maravilhosa", "linda" e "lacre puro" pipocaram no Instagram dela. Na vida de outras mulheres, no entanto, a receptividade não foi tão boa, como mostram os prints publicados no Facebook.

O que mais se viu foram frases como "compra e fica sem namorado" e até ameaças, ao estilo "compra para ver o que acontece" ou "vai ficar legal a surra que vou te dar". Os discursos não param por aí: "Minha mulher, não, só eu posso ver as tuas coxas", "Você é louca! Pode até ser bonito, mas não aprovo. Se quiser, vai ser solteira". Ou seja: a roupa da parceira ainda não é uma escolha plena da mulher em muitos relacionamentos.

A boa notícia foi que outros homens tiveram reações positivas. Um rapaz disse que a namorada iria "ficar linda" na peça. Outro, apesar de não ter gostado do modelito, reafirmou que quem deveria saber se usava ou não era a própria namorada.

Relacionamentos