PUBLICIDADE

Topo

Universa

Campanha quer que correr ou lutar "como uma menina" deixe de ser insulto

Do UOL, em São Paulo

30/06/2015 19h17

A nova campanha publicitária de uma marca de absorventes quer mudar os estereótipos sobre fragilidade feminina e questiona “quando fazer coisas como uma menina virou um insulto?". 

No vídeo promocional, adultos jovens e um garoto são orientados pela diretora a correr, brigar e arremessar uma bola "como meninas". Todos correspondem à expectativa de, por exemplo, correr de forma afetada e brigar com tapinhas.

Na sequência, as mesmas solicitações são feitas para meninas ainda longe da adolescência e elas praticam as ações com garra e energia. Uma delas diz que correr como uma menina é "correr o mais rápido possível".

A marca está com uma ação nas redes sociais usando a hashtag "TipoMenina", para que as usuárias compartilhem experiências e ajudem a derrubar os estereótipos em relação às mulheres. 

Universa