PUBLICIDADE

Topo

Moda

Noivas e longos perversos fecham penúltima noite de SPFW

Look preto total com saia de tule marcou um dos bons momentos do desfile de Samuel Cirnansck - Alexandre Schneider/UOL
Look preto total com saia de tule marcou um dos bons momentos do desfile de Samuel Cirnansck
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Editora de UOL Estilo

18/06/2007 22h11

Samuel Cirnansck fechou a penúltima noite do São Paulo Fashion Week com seus vestidos longos com toques de perversão e fetiche, desta vez inspirados no cinema mudo e em divas de filmes como o icônico em branco e preto "Crepúsculo dos Deuses".



Talentoso na modelagem e no bom caimento dos vestidos, Cirnansck também tem como característica o gosto por um certo rebuscamento nos bordados e trabalhos artesanais, e, principalmente, na criação de uma imagem de moda com um certo ar sombrio, vampiresco.



Desta vez, o desfile, basicamente em preto e branco, com passarela inteira branca com sal grosso nas bordas (talvez para afastar o mau olhado fashionista?), teve seus melhores momentos nos vestidos com corselets bem justos, marcando a cintura, com a amarração mais aberta nas costas, nos quadris arredondados e proeminentes, nos momentos em preto total, tanto no longo com saia de tules quanto no longuete, saia afunilada, corselet justíssimo. A parte das noivas e das misturas de vários trabalhos artesanais na mesma peça foram os menos felizes da apresentação.

Moda