PUBLICIDADE

Topo

Universa

Portugal produzirá primeiro azeite para combater colesterol

Da Lusa<br>

06/06/2007 09h52

Lisboa, 06 Jun (Lusa) - Portugal será o primeiro país a produzir o azeite extra-virgem com adição de estanóis vegetais para combater o colesterol. O produto foi oficialmente lançado nesta quarta-feira em Lisboa.

O azeite surgiu de uma parceria de duas empresas européias. A Benecol é responsável pela produção e a GL, importadora dos produtos da marca, pela comercialização. A parceria permitiu desenvolver em Portugal o pólo de produção do novo Benecol, o azeite extra-virgem com adição de estanóis vegetais.

Apesar do lançamento em Portugal, o objetivo dos produtores é exportar o produto para os principais mercados mundiais em breve. De acordo com o comunicado da Benecol, a empresa espera vender mais de 60 mil litros (mais ou menos um por cento da quota do mercado total do azeite), até o final do ano.

Os estanóis vegetais, ingrediente base do azeite Benecol, são quimicamente semelhantes ao colesterol. Essa similaridade faz com que os estanóis bloqueiem a absorção do colesterol pelo organismo.

"A partir de Portugal, iremos exportar para todos os mercados mundiais um produto de elevada qualidade e que traz resultados práticos na redução do colesterol, comprovados cientificamente", afirmou o presidente da GL, Douglas Gilman.

O colesterol elevado é um dos principais fatores de risco das doenças cardiovasculares em Portugal, atingindo cerca de 60% da população, daí a importância da criação de novas soluções para prevenirem o problema.

Universa