PUBLICIDADE

Topo

Universa

Vestida de popozuda, Gisele desfila pela Colcci

Em segunda entrada, Gisele desfila com calça justíssima listrada e num sutiã de biquíni - Alexandre Schneider/UOL
Em segunda entrada, Gisele desfila com calça justíssima listrada e num sutiã de biquíni
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial ao Rio

05/06/2007 23h29

Gisele não é uma mulher ou uma supermodelo, é um evento. Não importa a qualidade da roupa, o cenário do desfile, a aparição da top na passarela já seria justificativa para assistir à apresentação da coleção Verão 2007/08 da Colcci, que fechou mais um dia de Fashion Rio, nesta terça (5). Foi no que acreditou a platéia cheia, que misturava fashionistas e famosos como Danielle Winits, Marcelo D2 e Maitê Proença. Ledo engano.



Linda, famosa e talentosa como modelo, Gisele assumiu uma persona "popozuda" na Colcci. E parece não ter gostado do resultado. Já na primeira aparição - não ainda de popozuda, mas num macacão de um jacquard brilhante em laranja e branco -, a top, que geralmente deixa escapar pelo menos um meio sorriso ao ouvir os gritinhos entusiasmados da platéia, desceu do elevador que serviu como cenário na boca da passarela e requebrou de forma sempre impressionante até os fotógrafos. Séria, quase irritada.



Na verdade o público, espantosamente, não parecia tão enlouquecido com a presença de Gisele. Houve aplausos, sim, os gritinhos habituais, porém mais contidos que em outras edições. A multidão de fotógrafos que se espremia entre convidados para entrar na sala de desfiles, momentos antes, entretanto, continuava feroz, louca por um clique de Gisele.



A metamorfose de Gisele numa espécie de diva do funk aconteceu na segunda entrada. Metida numa calça justíssima listrada e num sutiã de biquíni, a modelo novamente desceu do elevador e teve sua barriga magérrima e perfeita (sim, ela parou de fumar; não, ela não parece nadica mais gorda, ou melhor, menos magra), além de suas curvas de gazela analisadas milimetricamente por 600 pares de olhos. Para terminar, o tão anunciado macaquinho de paetês, na verdade um tecido paetizado, em dourado, com um sutiã de biquíni em tom coral por baixo. Novamente, nem uma requebradinha mais faceira para os brasileiros com os quais a moça é sempre tão carinhosa.



No final do desfile, sorrisos simpáticos ao lado da estilista da marca, Jessica Lengyel, que assina segunda coleção para a Colcci despois da saída de Lila Colzani.



Roupas



Sim, o assunto é sempre Gisele, mas o motivo da presença da moça é a apresentação da coleção de verão da marca. Voltada para o público jovem, quase adolescente, a Colcci desta vez se inspirou em vários sonhos para criar uma coleção que mostrou mais novidade para os garotos do que para as garotas, momentos mais interessantes como na cartela de cores com o coral e o azul turqueza, as sobreposições e bermudas masculinas, e outros mais convencionais ou repetitivos em relção às outras coleções da marca, como a estampa de onça, os macaquinhos curtos e os de calças compridas tanto masculinos quanto femininos. Para as mulheres, as calças apareceram mais largas, pantalonas, de cintura mais alta (com exceção do modelo usado por Gisele, adesivo), seguindo a tendência já anunciada por Kate Moss (a mesma que lançou a skinny).

Universa