PUBLICIDADE

Topo

Universa

Layana Thomaz se inspira em Paulo Mendes da Rocha, Hélio Oiticica e Amílcar de Castro

Estampas com quadriculados irregulares lembravam o trabalho de Amílcar de Castro - Alexandre Schneider/UOL
Estampas com quadriculados irregulares lembravam o trabalho de Amílcar de Castro
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial ao Rio

04/06/2007 22h32

A estilista Layana Thomaz se inspirou no arquiteto Paulo Mendes da Rocha e nos artistas concretistas Hélio Oiticica e Amílcar de Castro para criar sua coleção, apresentada nesta segunda, no Fashion Rio.



A relação não é direta entre os trabalhos do criador dos famosos parangolés ou das esculturas de ferro geométricas. As linhas das roupas são, de fato, mais retas nos vestidos curtos tubinhos ou mais triangulares como no branco com a "prega macho" (quando ela abre, ao contrário, formando um triângulo) também curto e sem manga. O uso do branco, limpo, remeteu também levemente ao movimento artístico e à arquitetura de Paulo Mendes da Rocha. Nas estampas, quadriculados irregulares lembravam, pela forma e pelas cores, o trabalho de Amílcar de Castro.



A geometria também apareceu nas grandes pulseiras de resina colorida, nos tons da coleção, que além de branco teve vermelho coral, cru e tons de azul.

Universa