PUBLICIDADE

Topo

Universa

Agências de modelos recebem cartilha sobre anorexia

Capa da cartilha que visa estimular uma alimentação saudável entre modelos - Divulgação
Capa da cartilha que visa estimular uma alimentação saudável entre modelos
Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL

29/01/2007 18h03

O SPFW tem três causas sociais este ano: a sustentabilidade, o trabalho infantil e o combate da aneroxia. Como não basta ficar no discurso, a organização do evento tomou várias medidas que pautaram a semana de moda que acaba hoje (29). Entre elas: a apresentação de looks feitos por diversos estilistas com e-fabrics (tecidos e não tecidos ecologicamente corretos), a proibição de modelos com menos de 16 anos nas passarelas e uma cartilha destinada à concientização, tanto das modelos, quanto de suas agências -- "Coma bem e sem culpa - Um guia de alimentação saudável para modelos", escrita pela jornalista Bell Kranz.



A idéia central da cartilha é dar dicas de alimentação saudável e que não engorda, pensada especialmente para o dia-a-dia das modelos. O destaque da publicação é para o que uma modelo deve evitar, intitulada "Proteja-se das roubadas", que no sistema pergunta e resposta, elucida os mitos da área, como "comer carboidrato à noite engorda?".



Na parte final, uma explicação em linguagem simples do que é anorexia e bulimia e como reconhecer seus sintomas, além de um guia útil de lugares que tratam destas doenças nas principais cidades do país.

Universa