PUBLICIDADE

Topo

Moda

André Lima faz vestidos que enfeitam e ganha destaque no penúltimo dia de desfiles

Com muita cor e estampas étnicas, André Lima fecha o penúltimo dia do SPFW - Alexandre Schneider/UOL
Com muita cor e estampas étnicas, André Lima fecha o penúltimo dia do SPFW
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>UOL Estilo

17/07/2006 22h44

O dia começou prometendo, com Isabela Capeto e Raia de Goeye. Isabela apresentou coleção com formas mais anos 50 e 60, com o seu sempre bom trabalho artesanal. Depois, Raia de Goeye trouxe seus vestidos e volumes mais amplos, com experimentações de materiais mais pesados, alças e decotes mais esportivos nas costas e vazados inusitados, numa coleção interessante. Mais tarde, Erika Ikezili mostrou bonito trabalho de origamis gigantes em flor que se tranformavam em vestidos curtinhos, detalhes em alças de dobraduras, com os melhores modelos em malha canelada.



O dia foi transcorrendo com pontos altos ali e aqui, e o grande momento acabou acontecendo por último, no desfile de André Lima. Especialista em fazer vestido para "mulherões" (ou para quem quer ser uma), o estilista mais uma vez mostrou seus modelões, cheios de cores e estampas com referências étnicas, no desfile que encerrou o penúltimo dia de São Paulo Fashion Week, na noite desta segunda (17).



Normalmente longos, os vestidos de André Lima, nesta temporada, também apareceram curtos, numa proporção que quase ultrapassou o número das saias compridas na passarela espelhada. Nas versões acima do joelho, além da fluidez característica de tecidos moles e leves como a seda, sempre utilizados pelo estilista, alguma estrutura em peças como o vestido sessentinha mais quadrado em amarelo e laranja e um volume mais exagerado no branco com leve estampa dourada, que abria em forma de balão logo abaixo do peito.



O show de estampas incluiu florais, desenhos geométricos, folhagens e desenhos étnicos, em combinações sempre vibrantes que, unidas às modelagens que, ora exibiam as pernas (nos curtos), ora revelavam decotes, ombros e costas (nos longos), seriam capazes de enfeitar mulheres em noites festivas de verão.



Nesta segunda, desfilaram ainda a portuguesa Anabela Baldaque e a marca Vide Bula.









Moda