PUBLICIDADE

Topo

Universa

Mara Mac faz inverno retrô-futurista com modelagem impecável

A top Ana Cláudia Michels desfila para Mara Mac - Publius Vergilius/UOL
A top Ana Cláudia Michels desfila para Mara Mac
Imagem: Publius Vergilius/UOL

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial ao Rio<br>

11/01/2006 20h12

O cenário fazia referência a um futuro com desenhos de arranha-céus e até de um andróide, lembrando o filme "Metrópolis". O preto-e-branco que coloria a tela na boca de cena fazia referência ao que a Mara Mac propôs para este inverno, apresentado no Fashion Rio: um "retrô futurista".

A flor preta na lateral do cabelo já na abertura do desfile anunciava a volta aos anos 20. Em seguida, Marcelle Bittar apareceu com calça em tecido de alfaiataria folgada e camisa branca, também fazendo referência à época.

O contraste entre masculino e feminino continuou, alternando sapatos de bico fino em verniz baixos com saltos altos, suspensórios com tecidos fininhos como o voile (leve tecido fino de estrutura telada) no vestido e na blusa floral em preto-e-branco com transparência.

As calças aparecem largas, muitas pantalonas (mais anos 20, 30). Depois de uma série de combinações de preto-e-branco, apareceram os cremes, marrons, os cinzas, e o brilho do prata e do dourado. Os casacos, em lã ou tricô, aparecem curtos ou mais longos, com a barra com forma embabadada.

Para Mariana Rocha, consultora de moda do UOL, o desfile reflete técnica e experiência. "Experiência em conhecer seu público e técnica para desenvolver, dentro do estilo clássico da marca, uma coleção extremamente bem acabada com modelagens inventivas e impecáveis", diz.

As saias merecem atenção especial. "Os recortes que as estruturavam modelavam o corpo de maneira sutil com perfeito aproveitamento do caimento dos tecidos."

Universa