PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Composto usado em plásticos causa problemas de fertilidade, diz estudo

Getty Images
Imagem: Getty Images

10/01/2020 08h11

Washington, 9 jan (EFE).- O ftalato de dietila (DEHP), um líquido utilizado na fabricação de plásticos para torná-los flexíveis, causa problemas de fertilidade tanto em homens como em mulheres, de acordo com um estudo publicado na revista "PLoS Genetics" nesta quinta-feira.

Esse composto desencadeia os problemas ao causar fraturas no DNA durante a produção de óvulos e interferindo no sistema de reparação dessas rupturas.

O DEHP afeta os cromossomos, em parte, "alterando a cromatina, como indicado pelo comprimento aumentado de uma estrutura nos cromossomos durante a produção de óvulos e esperma", disse a autora do estudo, Mónica Colaiácovo, da Escola de Medicina da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Cerca de 4 milhões de toneladas de DEHP são produzidas anualmente na fabricação de plásticos para produtos como embalagens, ferramentas, cosméticos, inseticidas, comprimidos e brinquedos.

Outros estudos mostraram anteriormente que a exposição ao composto causa diversos problemas de fertilidade tanto em homens como em mulheres, mas até agora não havia sido determinado como o DEHP provoca esses efeitos nocivos.

Várias agências federais e estaduais nos Estados Unidos responderam a esses estudos anteriores com leis que limitam a presença de DEHP e outros ftalatos em diversos produtos, mas eles ainda podem ser encontrados em itens como instrumentos médicos, roupas impermeáveis e xampus.

O estudo, dirigido por Colaiácovo e realizado em vermes Caenorhabditis elegans, descobriu que a exposição a DEHP aumenta os níveis de ruptura na cadeia dupla do DNA e interfere na capacidade de reparação dessas fraturas de maneira adequada.

Em humanos, essa anormalidade causa mais de 35% dos abortos espontâneos e 4% de ocorrência de natimortos, assim como infertilidade e condições como a síndrome de Down.

Os vermes foram expostos e metabolizaram baixos níveis de DEHP comparáveis aos níveis detectados em amostras de urina da população humana em geral. A descoberta preocupou os pesquisadores, pois revelou o impacto de pequenas quantidades do composto.

Colaiácovo esclareceu que nem todos os vermes foram afetados, e, entre os que foram, nem todos da mesma forma.

Nem todos metabolizam o DEHP da mesma forma", disse a pesquisadora, que acrescentou que "a forma e duração da exposição, idade e dieta de uma pessoa são apenas alguns dos fatores que podem resultar em alguns serem mais afetados do que outros pela exposição a um determinado produto químico, mesmo em nível baixo".

Os resultados trouxeram novas informações sobre como os níveis relevantes de DEHP no ambiente interferem no processo de produção de óvulos e espermatozoides em animais, acrescenta o estudo.

Mães e filhos