PUBLICIDADE

Topo

Universa

Papa afirma que corpo humano não é "objeto de prazer"

Alberto Pizzoli/AFP
Imagem: Alberto Pizzoli/AFP

31/10/2018 09h05

O papa Francisco explicou nesta quarta-feira que "o corpo humano não é um instrumento de prazer", mas "lugar de ligação ao amor autêntico onde não cabe a luxúria", durante sua catequese na Audiência Geral realizada na Praça de São Pedro.

Assim explicou o pontífice ao refletir sobre o Sexto Mandamento para os católicos. "Não cometerás adultério".

Veja também


Francisco afirmou que "a partir de sua fidelidade, de sua ternura e de sua generosidade, olhamos com fé para o casamento e compreendemos o sentido pleno da sexualidade".

"O adúltero, o luxurioso, o infiel é aquele que não alcançou esta maturidade, que não passou do eu ao nós, e procura nos demais sua própria satisfação, sem um encontro fruto da amparo e a própria doação", afirmou.

Francisco acrescentou, além disso, que "todas as vocações na Igreja, inclusive o sacerdócio e a virgindade, devem estar marcadas por esta relação nupcial, é o Espírito que chama a um amor sem reservas pela Esposa de Cristo".

Universa