PUBLICIDADE

Topo

Defensora do #MeToo tem filho acusado de agressão sexual

Reprodução
Imagem: Reprodução

Jeff Green e Anousha Sakoui

Da Bloomberg

22/02/2019 16h35

A Time's Up, uma organização formada no ano passado para combater assédio e agressões sexuais no ambiente de trabalho, agora enfrenta uma crise interna.

A CEO Lisa Borders, que havia anunciado nesta semana que abriria mão do cargo, deixou a organização porque o filho foi acusado de má conduta sexual, revelou a Time's Up na noite de quinta-feira.

"Lisa Borders informou aos membros da liderança da Time's Up que seu filho foi acusado de agressão sexual em um fórum privado", informou o grupo em comunicado enviado por e-mail. "Em 24 horas, Lisa tomou a decisão de renunciar aos cargos de presidente e CEO da Time's Up e nós concordamos que essa era a melhor decisão para todas as partes envolvidas. Todas as nossas ações foram completamente guiadas pelo nosso apoio aos sobreviventes."

A Time's Up divulgou a declaração depois que o Los Angeles Times noticiou que o filho de Borders, Garry "Dijon" Bowden Jr., foi acusado de estuprar uma mulher durante uma massagem. Um advogado de Bowden contestou a denúncia da mulher, afirmando que não houve nenhum toque inapropriado ou não consensual, segundo o Times.

Borders e seu filho não puderam ser encontrados imediatamente pela Bloomberg.

Quando anunciou a renúncia, nesta semana, Borders disse que o objetivo era tratar de "questões familiares que exigem minha atenção particular".

Com a mudança, a Time's Up passa a necessitar de um novo líder. Borders, que é ex-executiva da Coca-Cola e presidente da WNBA, a associação nacional de basquete feminino dos EUA, ajudou a tornar o grupo mais famoso.

A Time?s Up afirmou nesta semana que a diretora de operações, Rebecca Goldman, atuaria como CEO interina enquanto a organização busca um executivo.

"Nós continuamos comprometidos com a nossa missão de criar um trabalho seguro e digno para mulheres de todos os tipos", afirmou o grupo.

Repórteres da matéria original: Jeff Green em Michigan, jgreen16@bloomberg.net;Anousha Sakoui em Los Angeles, asakoui@bloomberg.net