PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Casal gay é agredido, e Itália registra 2º ataque homofóbico em uma semana

20/09/2020 13h21

PÁDUA, 20 SET (ANSA) - Dois jovens homossexuais foram agredidos e insultados em Pádua, no norte da Itália, após terem se beijado enquanto caminhavam de mãos dadas pelo centro da cidade.

Um amigo que tentou defender o casal foi golpeado com uma taça na cabeça e teve de receber atendimento médico para suturar o ferimento. Segundo as vítimas, o ataque homofóbico foi cometido por um grupo de quatro homens e duas mulheres.

O episódio aconteceu na noite do último sábado (19) e está sendo investigado pela polícia, que pediu imagens de câmeras de segurança para identificar os agressores.

"Decidimos contar o que aconteceu porque estamos cansados de enfrentar tantos episódios homofóbicos. Queremos fazer com que essas manifestações de ódio e discriminação não existam mais", disseram os dois jovens agredidos por causa do beijo, um de 26 anos e outro de 21.

A Itália é um dos poucos países da União Europeia que não criminaliza a homofobia e a transfobia, mas um projeto para preencher essa lacuna está em tramitação no Parlamento. Há uma semana, uma jovem de 22 anos de idade, Maria Paola Gaglione, morreu ao cair da moto onde viajava com o namorado, um homem transexual chamado Ciro, na província de Nápoles.

O irmão de Maria Paola, Michele Antonio Gaglione, é acusado de ter perseguido o casal em sua motocicleta e de ter causado o acidente fatal. Ciro ficou ferido e disse que a família da vítima não aceitava o relacionamento dela com um homem transexual. (ANSA).

Diversidade