PUBLICIDADE

Topo

Plácido Domingo deixa ópera em Nova York após acusações de assédio sexual

Placido Domingo cancela apresentação na opera de Nova York após acusações de assédio sexual - Danil Shamkin/Barcroft Media
Placido Domingo cancela apresentação na opera de Nova York após acusações de assédio sexual Imagem: Danil Shamkin/Barcroft Media

25/09/2019 12h52

O tenor espanhol Plácido Domingo desistiu de uma apresentação que faria no Metropolitan Opera, em Nova York, na noite de hoje (25), após ter seu nome envolvido em uma série de acusações de assédio sexual. Domingo participaria do espetáculo "Macbeth", de Giuseppe Verdi, mas, segundo o maestro e o Met Opera, ele não se apresentará mais no local.

Em comunicado à imprensa, o espanhol ressaltou que a decisão foi tomada enquanto discute "fortemente as recentes alegações feitas" a seu respeito.

"Estou preocupado com este cenário em que as pessoas são condenadas sem o devido processo judicial. Após refletir, acredito que minha aparição nesta produção de Macbeth desviaria o trabalho árduo de meus colegas, tanto nos palcos quanto nos bastidores".

"Como resultado, pedi para me retirar e agradeço à liderança do Met por ter graciosamente concedido meu pedido", acrescentou.

A decisão do artista está ligada às alegações de abuso sexual feitas por diversas mulheres contra ele em diferentes casas de ópera nos últimos anos. O caso ganhou repercussão mundial e provocou também o cancelamento de apresentações de Domingo na Orquestra da Filadélfia e na Ópera de São Francisco.

Em seu texto, ele ainda garantiu que não retornará à tradicional casa de ópera de Nova York. "Estou feliz que, aos 78 anos, eu pude vestir o figurino do personagem nos ensaios, o que considero minha última performance no palco do Met", finalizou.

Violência contra a mulher