Topo

Nova York inicia celebração de Orgulho Gay com concerto beneficente

AFP
Imagem: AFP

27/06/2019 09h15

As celebrações do 50° aniversário dos protestos que iniciaram a revolução homossexual nos Estados Unidos começaram nesta quarta-feira, em Nova York, com um concerto beneficente apresentado pela atriz Whoopi Golberg e estrelado por Cyndi Lauper, do sucesso "Girls Just Wanna Have Fun".

O evento, celebrado no Barclays Center do Brooklyn, marca o início de vários dias de comemorações dos 50 anos dos distúrbios de Stonewall, quando homossexuais enfrentaram policiais no bairro de Greenwich Village, em Nova York.

Whoopi Goldberg no WorldPride 2019 - AFP
Whoopi Goldberg no WorldPride 2019
Imagem: AFP

A arrecadação do concerto desta quarta-feira será entregue a três associações de Nova York que defendem os direitos LGTBQ.

Em junho de 1969, seis noites de protestos em Nova York marcaram o início da revolução gay e as comemorações deste ano terão a mesma duração.

Cerca de quatro milhões de pessoas são esperadas na Grande Maçã para participar do que os organizadores chamam de "Olimpíadas do Orgulho Gay".

Cyndi Lauper no WorldPride 2019 - AFP
Cyndi Lauper no WorldPride 2019
Imagem: AFP

Haverá shows, espetáculos teatrais, exibição de filmes, conferências e um tour gratuito sobre o poeta Walt Whitman no Brooklyn para prestar homenagem aos homossexuais, drag queens e transexuais que, em 28 de junho de 1969, deram basta ao abuso policial e encurralaram um grupo de agentes dentro do bar gay Stonewall Inn, no Greenwich Village.

Os eventos culminarão no domingo com A Parada do Orgulho Gay Mundial ao longo da Quinta Avenida, passando em frente ao Stonewall antes de dirigir-se para Chelsea.

Os organizadores contam com a presença de milhares de manifestações e mais de 160 carros alegóricos.

Mês do Orgulho LGBTQ+