PUBLICIDADE

Topo

Universa

Londres celebra o glamour e a história da revista Vanity Fair

13/02/2008 13h18

LONDRES, 13 Fev 2008 (AFP) - Uma exposição de 150 emblemáticas fotografias da Vanity Fair, uma das revistas mais famosas do último século, que dedica suas capas a pessoas tão distintas como Albert Enstein, Greta Garbo, Jean Harlow e a rainha do pop Madonna, será aberta ao público na quinta-feira em Londres.

A mostra na Galeria Nacional de Fotos em Londres, que ficará aberta até o fim de maio, celebra a história e o glamour da publicação, criada em 1913 por Condé Nast.

A Vanity Fair suspendeu sua publicação em 1936, antes da guerra, e voltou às bancas nos anos 80.

Fotógrafos como Man Ray, Mario Testino, Helmut Newton, Cecil Beaton, David Hockney e Annie Leibovitz são responsáveis por algumas imagens, que incluem a princesa Diana, o escritor americano Arthur Miller, a cantora Josephine Baker e atores como Charles Chaplin, Tom Cruise e Demi Moore.

As fotografias da Vanity Fair provocaram polêmica muitas vezes, como quando a revista colocou em sua capa Demy Moore nua pouco antes de dar à luz.

Uma polêmica mais recente foi causada pela capa com as jovens atrizes Keira Knightly e Scarlett Johanson nuas.

Universa