PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Maitê, sexo sozinha não precisa ser chato! Veja 8 dicas para se masturbar

Maitê Proença - Divulgação
Maitê Proença Imagem: Divulgação

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

12/05/2020 04h00

'Detesto ter de fazer sexo sozinha, mas não pode receber visitas', disse, recentemente, a atriz Maitê Proença. Maitê, 62, está entre as pessoas que aderiram integralmente ao isolamento social, uma das recomendações para combater a pandemia do coronavírus. Sendo assim a atriz, que está solteira, passa os dias em casa sozinha, sem receber visitas há quase dois meses - o único "furo" seria um encontro com a filha no domingo de dia das mães.

Com essa declaração, a atriz trouxe à tona um assunto que ainda é tabu, mas não deveria ser: a masturbação. Ginecologistas, especialistas em fisioterapia pélvica e terapeutas sexuais são unânimes em afirmar que se masturbar é uma atitude de autocuidado essencial para todas as mulheres. Trata-se de uma ferramenta de prazer que ajuda bastante a conhecer o próprio corpo e, consequentemente, o que dá tesão, permitindo que o sexo com alguém fique ainda melhor.

Com algumas dicas, tanto você quanto Matiê podem tornar a experiência mais rica e prazerosa.

Fontes consultadas: Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga e consultora do site C-Date e fundadora da ABS (Associação Brasileira de Sexualidade); Karin Rupp, terapeuta sexual, de Curitiba (PR); Mônica Bayeh, psicóloga clínica e psicoterapeuta do Rio de Janeiro (RJ), e Tatiana Presser, psicóloga e sexóloga autora do livro "Vem Transar Comigo" (Ed. Rocco)

8 dicas de masturbação

  • Busque um momento tranquilo

    E isso significa o momento tranquilo para você. Pode ser de manhã ao acordar, antes de dormir, no momento do banho... O ideal é que se sinta confortável para se dedicar à arte de proporcionar prazer a si mesma.

  • Crie um ambiente favorável

    Privacidade é fundamental. Você não quer que alguém entre no cômodo e interrompa sua sessão, né? Então, tranque a porta. Outras sugestões são colocar uma música de sua preferência, se cercar de aromas relaxantes e/ou afrodisíacos e deixar o ambiente com o tipo de luminosidade (natural, no escurinho, com abajur) que você sente sente bem. Tudo isso ajuda muito a entrar no clima.

  • Fuja de pensamentos sabotadores

    Enquanto os homens são estimulados desde a infância a praticar a masturbação, as mulheres crescem com a impressão equivocada de que se tocar é impróprio, nojento, viciante, coisa de "vagabunda". Não é à toa que, em pleno 2020, tantas querem experimentar mas se vêem reféns de crenças e tabus. Se isso vem acontecendo com você, quebre o padrão e entenda de uma vez que a masturbação é algo normal, saudável, sobretudo, fundamental para o autoconhecimento e para transar melhor com quem quer que seja. Vá em frente!

  • Escolha: dedos ou sex toy?

    É importante você saber que os estímulos das mãos (suas ou do parceiro) ou da língua de alguém são bem diferentes das sensações experimentadas com sex toys como bullets, vibradores e sugadores de clitóris. Os brinquedos eróticos, de forma geral, oferecem ritmos, velocidades e movimentos mais intensos e muito difíceis de serem imitados por qualquer pessoa, por maior que seja o empenho na hora H. Portanto, se você é iniciante na prática, vale a pena começar primeiro com os dedos, para conhecer melhor cada partezinha da vulva e da vagina, para depois partir para os acessórios.

  • Use um espelho

    Essa é uma lição imprescindível: sentar-se com as pernas abertas e coloque um espelho diante de sua vulva. Parece bobo, em princípio, mas não é uma atitude nem um pouco aleatória. Há muitas mulheres que apenas têm uma vaga ideia de como o corpo funciona do ponto de vista biológico. Recentemente, tivemos um bom exemplo no "Big Brother Brasil", quando Gabi colocou um absorvente interno para segurar o fluxo do xixi - a urina e a menstruação são expelidas por lugares distintos. Posicionar um espelho de frente para a vulva vai permitir conhecer melhor a própria anatomia e identificar onde ficam os grandes e pequenos lábios e o clitóris, o único órgão do corpo destinado unicamente ao prazer.

  • Entenda como o seu clitóris funciona

    Diante do espelho, você pode pode observar o que vai acontecendo com o estímulo com um dedo ou um vibrador pequeno. À medida que a excitação avança, o clitóris vai ficando mais inchado e e vermelho. Puxe bem a pele em torno dele para conferir tudinho. Outra sugestão é, em vez de ir direto ao ponto central (a cabecinha), explorar primeiro as partes laterais. Uma gota de lubrificante na ponta dos dedos é suficiente para tornar movimento mais fácil e gostoso. E mais: ao apertar o clitóris com o indicador e o polegar, você vai sentir uma parte mais durinha dele - com se fosse uma haste. Mexer, de leve, nessa região pode provocar um orgasmo diferente. No banho, prove as sensações oferecidas pelo jato do chuveirinho bem direcionado ao clitóris, preferencialmente com água fria para morna. Lembre-se: a região é bem sensível.

  • Elabore fantasias

    Esse momento é todo seu e para desfrutá-lo o máximo possível fantasie com o que ou com que quiser. É hora de colocar a criatividade e a imaginação para funcionar e fazer de conta que está transando com celebridades como Keanu Reeves ou Jason Momoa em público, no banheiro da boate ou numa praia paradisíaca de um país exótico. Deleite-se!

  • Não se concentre apenas "lá"

    Massagens em pequenos círculos no círculo podem ser bem quentes, mas você pode fazer círculos maiores para excitar os lábios vaginais e a vulva. E mais: com a outra mão, dá para estimular os mamilos. Quem curte sex toys pode tornar ampliar a experiência, já que muitos têm encaixe e permite que as mãos fiquem totalmente livres para você se divertir na zona erógena que quiser, aumentando as chances de obter um orgasmo incrível.

Sexo