PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo mensal - Dezembro


Horóscopo mensal - Dezembro

Exclusivo para assinantes UOL

Gêmeos (21/05 a 20/06)

Por Barbara Abramo

Cenário do mês

Cada um tem o seu jeito de ser e isso precisa ser respeitado. Mesmo assim, você não estará em condições de impor suas regras a ninguém neste mês. Seu poder de se adaptar às circunstâncias e a terceiros será uma qualidade importantíssima a ser cultivada. Mercúrio retrógrado em Sagitário retoma movimento direto no dia 6 e, a partir de então, você terá condições de limpar alguns mal-entendidos e confusões. Porém, não todos. Mercúrio transita por Sagitário a partir do dia 12, e seguirá assim até dia 6 de janeiro. Será um período de adaptação, de negociar.

Na segunda quinzena, o Sol entra em Capricórnio (22) e no dia seguinte ocorre a Lua cheia em Câncer, que será poderosa. Ela pede respeito a regras, convenções, responsabilidades e ao tempo. Respeite os prazos!

Para alguns, com as festas de final de ano, chega também o final de um ciclo. Haverá o fechamento de uma fase em algum setor de sua vida. O importante é viver, saborear esse período como um desfecho. Você sai mais lúcido, seguro e consciente. Uma nova etapa irá nascer e, mesmo você não sabendo como ela será, sabe que algo está terminando. Essa é a natureza profunda da Lua cheia em Câncer de 2018.

Nos últimos dias de dezembro, sobriedade e responsabilidade são os segredos de um desfecho de ano excitante, agradável e reconfortante, mesmo depois de tantos desafios.

Saúde e bem-estar

Tema em destaque em dezembro, com a possibilidade de refazer tratamentos, exames e diagnósticos. Agitação mental, cotidiano estressante, demandas físicas extenuantes: tudo isso vai abalando sua saúde aos poucos, e você chega ao limite neste mês.

Esteja atento a problemas de tireoide, rins, braços, mãos e pulmão. Não deixe passar nenhum mal-estar. Na segunda quinzena, o corpo vai cobrar o estresse, as noites maldormidas, a má alimentação e a ansiedade. Restará a você encontrar momentos para um merecido relax.

Amor e relacionamentos

Você seguirá seu parceiro aonde ele for. Se tem a sorte de uma companhia justa e agradável, comemore. Caso contrário, terá de ser duplamente flexível. Mas isso não é novidade nenhuma para você, já que essa tendência vem desde novembro. A concentração de planetas em Sagitário sinaliza que as relações determinam o que ocorre em sua vida atualmente. Essa tendência, inclusive, continua bem forte em dezembro. Por que isso ocorre? Sol, Júpiter e Lua nova em Sagitário dia 7 destacam a interferência enorme das pessoas na sua vida. Todas essas relações serão e já estão sendo dinamizadas intensamente. A novidade é que, a partir deste dia, você pode concentrar a sua atenção em cuidar, alimentar e se dedicar com mais intensidade, empenho, e fé ao relacionamento que traz alegria a você. Em matéria de amizades, vale a mesma dica. A tendência a depender ainda mais das pessoas se acentua após o dia 12, quando Mercúrio novamente transitará por Sagitário.

Dezembro será um mês de cobranças e ajustes nas relações com familiares e amigos. Prepare-se, pois será um momento em que a sua participação vai ser cobrada. Saturno costuma dar em troca o que a gente doou para o mundo e para as pessoas. Se você doou afeto, presença e cumpriu com suas responsabilidades, pode esperar que o troco virá na medida certa. Caso contrário, se você tem expectativas em relação a alguém e essa pessoa não comparece, talvez esteja apenas colhendo o que plantou.

Para terminar bem o ano de 2018, que tal acabar com aquelas paqueras que prometem e não comparecem? Tem gente que deixa você numa expectativa danada e depois nada acontece. O momento certo para peneirar tudo isso vem com a mudança lunar. Na minguante, começa a fase de cortar fora o que não serve mais. No caso, aquelas pessoas que estão sempre jogando com suas expectativas, sabe? Delete.

Dinheiro e trabalho

Parcerias e clientes serão determinantes para o seu sucesso financeiro e profissional neste mês. Você vai trabalhar duro, possivelmente terá de refazer tarefas, dar cem vezes as mesmas explicações e por aí vai. O jeito é ter paciência, já que, depois de dezembro, essa onda delicada vai embora. Porém, ela pode levar junto uma parte de clientes descontentes ou insatisfeitos. Esmere-se.

Há dias em que você vai achar que, por mais que faça, nunca agrada ou supera as expectativas dos outros. Porém, na segunda quinzena, pode ocorrer um momento alto no trabalho como uma promoção, um elogio ou um convite novo. Você terá a chance de provar o seu valor tanto para a chefia, como para o público. Pode ser algo que exige certo refinamento artístico ou musical. Aproveite!

Invista em comunicação clara e organizada, cheque documentos e passagens. Cuide disso por todo o mês. E, no miolinho de dezembro, o desafio maior acontece entre 15 e 22, quando os astros sinalizam que você será chamado a sintetizar informações, sentidos e direções ao mundo. Corresponder às expectativas sobre você não será tarefa fácil. A dica é focar melhor nos alvos importantes, deixando as distrações para depois. Cuide da imagem que projeta para os outros, valorize do jeito certo suas qualidades. Seja o que for, você precisa controlar a sua tendência à dispersão e provar que consegue sintetizar centenas de informações em sabedoria e inspiração.

Quanto às finanças, a Lua cheia de dezembro traz o bônus de final de ano da empresa, um valor imprevisto ou uma herança aguardada. Porém, pede urgência em cumprir prazos de pagamento de dívidas. Entram nesse rol pendências com familiares ou pessoas com quem você tem responsabilidades. Entre 22 e 29, você precisará mostrar presença em termos financeiros com alguém próximo.


Horóscopo