PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo mensal - Novembro


Horóscopo mensal - Novembro

Exclusivo para assinantes UOL

Escorpião (23/10 a 21/11)

Por

Por Barbara Abramo

Previsão de dezembro: entre confiante em dezembro, escorpiano! Sua visão precisa de futuro e seu senso prático estarão poderosos na primeira quinzena. Com a ajuda de Mercúrio em seu signo, seu lado investigativo está a milhão. É bom driblar a tendência a ser pessimista e conservador demais, atitudes sinalizadas por Saturno em seu signo. Já que naturalmente você é uma pessoa curiosa e ligada a novidades, pode ter um mês divertido e enriquecedor, sem dar chance aos pensamentos derrotistas ou negativos. Tudo é uma questão de ângulo e ponto de vista. E você pode escolher entre ver a metade cheia ou a metade vazia do copo. Também nos primeiros dez dias do mês, Urano adverte: você terá de acalmar a mente, evite preocupações por antecipação que nada resolvem.

Com Marte em Virgem, você quer precisão e praticidade na vida. Mas, a partir do dia 8, Marte entra em Libra e começa um período de cerca de seis semanas, em que o melhor é reavaliar suas ações, dando um tempo a novos desafios. É bom também arranjar tempo para cultivar o lado artístico em atividades suaves e que inspirem equilíbrio, refinamento e bom gosto. Pequenas medidas resultarão num cotidiano mais leve, fluido e equilibrado.

A seu favor, Júpiter e Saturno enviam vibrações incríveis entre 10 e 16 de dezembro. Esse será um dos melhores momentos do ano para você se dedicar a uma prática ou busca espiritual ou empreender uma viagem. Sonhos reveladores e um encontro com um mestre será importante para dar novo rumo ao seu presente.

Depois de 21 de dezembro, quando o Sol entra em Capricórnio, começa a fase boa para estreitar relações com o entorno. Pessoas próximas trazem notícias e pequenas viagens se tornam divertidas e enriquecedoras. Você encontrará um amigo ou amiga de muito tempo para passar bons momentos na virada do ano. Cenário astral complicado e tenso entre 26 e 31 de dezembro requer programação segura, sem riscos e sem estresse.

Saúde

Em geral boa, sua saúde merece um bom descanso a partir de 10 de dezembro. Marte em Libra sinaliza dificuldade para colocar a sua raiva, de um modo objetivo, para fora. Você terá de encontrar um meio de fazer isso antes que a ira o envenene. Medos e hesitações emocionais terão impacto na primeira quinzena. Sol na medida certa e alimentação balanceada fornecem as vitaminas e minerais para os ossos. É possível que você tenha alguma limitação de movimentos, se não se alongar ou fizer exercícios corretos nos dias próximos ao final do ano. Fique atento.

Amor

Muito papo para esclarecer assuntos e interesses mentais semelhantes. Se o parceiro não estiver com a mesma vontade de desbravar horizontes desconhecidos e disposição para explorar o mundo em viagens, filmes e leituras, vai ser difícil manter o romantismo e interesse. O sexo vai por caminhos bons, desde que você conheça bem o parceiro e vice-versa. Vênus em Capricórnio é lenta, conservadora e desconfiada, mas, quando se apega a alguém, é para valer. O parceiro está ligado em você e a fim de curtir momentos ótimos, sem interferência de mais ninguém.

O amor carece de diálogo, como foi dito acima. Alguns assuntos do passado voltarão, já que Vênus retroage no dia 21, trazendo a baila assuntos que pareciam superados. As conversas serão boas, dirija sua atenção para os temas concretos. Uma figura que já fez a sua cabeça no passado deve surgir do nada, mexendo com seu coração novamente. Na verdade, essa possibilidade estará no horizonte até o fim de janeiro de 2014. 

Com o Sol, Mercúrio e Vênus em Capricórnio a partir da terceira semana, os encontros com amigos de longa data serão divertidos. Uma festa na vizinhança vai levantar o seu astral. Do dia de Natal em diante, Mercúrio vai animar seu entorno, promovendo encontros com amigos antigos, colegas, irmãos ou primos. O senso de pertencer a um clã que falará mais alto.

Ainda assim, devido aos aspectos tensos do fim do ano, evite misturas indigestas e resista a sua natureza, quando tiver vontade de cutucar alguém. Você está captando as segundas e terceiras intenções das pessoas com bastante facilidade, mas nem por isso tem o direito de provocar os brios de alguém. Fazendo isso, reverte a tendência de conflitos e tensões no fim do ano.

Amor: 12, 13, 22, 23 e 24.

Finanças

Ótimos acertos financeiros poderão ser feitos nos dias subsequentes à Lua nova em Sagitário. Portanto, a partir do dia 2, comece a fazer planos para investir e aplicar melhor seus talentos. Uma viagem ou um bom contato com um fornecedor de fora podem ter algo a ver com isso. Quem trabalha com turismo, direito, relações públicas, traduções, línguas e negócios exteriores tem neste mês muita chance de elevar seus ganhos, aproveitando oportunidades inesperadas entre 4 e 8 de dezembro. Fique ligado!

Júpiter, que transita por Câncer, vibra a favor de uma vitória financeira para você entre 10 e 17, justamente quando sua sensatez e experiência estarão maiores para dar um passo importante. Talvez você ganhe uma pendência judicial ou possa fazer uma proposta neste sentido. Este será um dos melhores momentos de sorte e proteção de todo o mês!

No campo profissional, você pode respirar um pouco mais tranquilo, pois assegurou um lugar especial graças ao esforço feito nos últimos meses. Sua posição está garantida por um bom tempo, mas Saturno exige que você continue mantendo alto padrão de rigor, responsabilidade e compromisso. Três astros em Capricórnio transitam por sua área mental a partir da terceira semana, destacando o papel da comunicação e da propaganda, que irão alavancar sua reputação. E isso vale para o bem e para mal: cuidado com o que expressa, pois tudo reverterá a favor ou contra você.

Prefira um Natal sem pirotecnias consumistas, apostando em presentes lindos, sólidos, simples e de bom gosto. Além de preservar sua carteira, agradará a todos. Na passagem do ano, quanto menos trânsito, correria e gente maluca a sua volta, melhor. Vale pedir asilo num retiro espiritual.

Finanças: 2, 3, 15, 16, 29 e 30.


Horóscopo