PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo

Julho de 2021: mês reserva reviravoltas, surpresas e mudanças inesperadas

Julho de 2021: mês reserva reviravoltas, surpresas e mudanças inesperadas - Getty Images
Julho de 2021: mês reserva reviravoltas, surpresas e mudanças inesperadas Imagem: Getty Images

Barbara Abramo

De Universa

01/07/2021 00h00

O começo do mês será agitado, com desafios fortes e importantes. Marte, planeta que simboliza a coragem e a impetuosidade, no signo de Leão, cheio de vontades e ímpetos, desafia os limites da realidade e a responsabilidade social, representada por Saturno em Aquário. Esse tempero explosivo segue até meados da segunda semana e será vivido especialmente nas áreas sociais e políticas.

Para nós, brasileiros, Marte e Saturno sempre são astros que preconizam crises nesses setores, basta olharmos a história do país acompanhando o ciclo dos planetas. Isso ocorre por causa da grande projeção de ambos no mapa astral da independência do Brasil, um mapa sumamente importante para previsões.

Além de Marte e Saturno, temos desafios advindos de Urano, o astro do improviso e do imprevisível, tensionando o cenário astral e indicando altos e baixos mais intensos nos campos de economia, recursos e bens.

Julho será um mês de oscilações no campo dos recursos energéticos - afinal, é disso que Urano em Touro trata. Podemos esperar, também, oscilações no mercado financeiro. Afinal, Vênus em Leão acompanha essa trajetória desafiadora dos planetas sociais e coletivos, dando um toque dramático a toda essa situação. Porém, o astro pode ser um fator de pacificação e, nesse caso, as mulheres serão protagonistas.

Soluções e negociações

No dia 10 ocorre a lunação em Câncer, inaugurando um novo ciclo positivo para agir usando a sensibilidade. Será um momento de instinto de proteção e maiores cuidados para o povo brasileiro, em especial mulheres e crianças. Entre os dias 11 e 14, ventos mais criativos e benéficos chegam através da solidariedade e de iniciativas femininas. Para as finanças, há uma pequena melhora neste período, em especial para o empreendedorismo, que encontrará um oásis de fertilidade.

Na segunda quinzena, Vênus passará em um ponto importante do mapa astral do Brasil, anunciando negociações internacionais aquecidas e tratados de comércio que podem vingar com força. Também importante, a entrada do Sol em Leão, no dia 22, inicia um ciclo de consolidação de projetos iniciados nas três semanas anteriores.

Será um ótimo período para atividades que envolvam relações internacionais. Porém, o excesso de otimismo trazido por Vênus e Júpiter em tensão pode desvirtuar a visão realista e prudente que precisamos neste momento. Devemos evitar gastos impulsivos e temer a inflação.

Desafios e reviravoltas

Enquanto a crise política continua se estendendo, aprenderemos a viver num país em que os problemas que envolvem setores políticos vão se resumir em briga por poder e território. A sociedade brasileira responderá com vigor e clareza a tudo, em especial no final do mês, por ocasião da Lua cheia (24). Em Aquário, ela irá acionar os pontos astrológicos sensíveis e problemáticos que sinalizam mais turbulências.

Quase na virada do mês, Júpiter retorna a Aquário, fato que destaca, novamente, os ideais desse signo: respeito às diferenças, poder compartilhado, importância do contrato social sobre os privilégios e vontades individuais, justiça social, ciência, tecnologia e conhecimento que traz libertação. Tudo para tirar o ser humano da escuridão da ignorância e da prisão do preconceito.

Em resumo, o final de julho reserva mais reviravoltas, surpresas e mudanças inesperadas. Sem dúvida, será memorável e desafiador, especialmente para pessoas que desempenham posições de poder e comando.

Horóscopo