PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo

Abril de 2020: Brasil pode encontrar saídas e se destacar em pesquisas

Céu de abril de 2020 - Unsplash
Céu de abril de 2020 Imagem: Unsplash

Barbara Abramo

De Universa, em São Paulo

01/04/2020 00h00

O mês começa agitado pela Lua crescente em Câncer, que colore a primeira semana de abril com sensibilidade, necessidade de segurança, proteção e acolhimento. Ou seja, contrapondo os arroubos do Sol em Áries. Também na primeira semana, uma importante conjunção entre Marte e Saturno, ambos em Aquário, denota uma soma de esforços. Além disso, uma conjunção de peso ocorre entre Júpiter, o astro da expansão e da riqueza, e Plutão, astro das transformações. Um novo ciclo se inicia preconizando algumas mudanças importantes na economia mundial.

Essa conjunção já vinha acontecendo há algumas semanas, mas se torna exata no início deste mês, simbolizando um ponto de partida para a renovação de estruturas políticas e econômicas. O Brasil também será palco dessas reformulações e poderemos, talvez, ver a somatória de empreendimentos poderosos em prol de algo maior, que vise o bem comum. Com tantos aspectos astrológicos importantes, há risco de fortes oscilações no governo federal, que precisará lidar com oposições, confrontos e mudanças de posicionamento.

Na segunda semana, os enfrentamentos e discussões começam a dar lugar a negociações. A Lua cheia em Libra, no dia 7, apela para a necessidade de acordos sociais resistentes e confiáveis. Ao que indicam os astros, muitos setores estarão empenhados nessa empreitada. Entre os dias 10 e 18, mais desafios aparecem, forçando novos arranjos e soluções para as questões econômicas e de saúde pública.

Com a Lua minguante em Capricórnio no dia 14, chega uma fase de prudência, desconfiança e ceticismo. Coletivamente, as pessoas estarão mais voltadas a questões práticas como finanças e estruturação de vida. Felizmente, entre 15 e 20, aspectos favoráveis entre Mercúrio, Vênus e Marte anunciam acordos movidos pela energia e pelo foco em criar alternativas para minimizar o choque de tantos desafios globais. O Brasil pode encontrar saídas originais e se destacar em pesquisas como já vem fazendo. O país, nascido sob o signo da pesquisa, Virgem, se tornaria um grande farol caso houvesse investimento em ciência e tecnologia.

Entre os dias 16 e 20, um período de realismo acontece. Sol e Saturno em ângulo difícil inspiram medidas possíveis para aceitar a realidade tal como ela é. Adiamentos podem ocorrer, abatendo o moral de uns e outros. Pode ser, inclusive, que algumas pessoas de destaque no cenário brasileiro vejam sua chama se apagar.

No dia 19, o Sol entra no prático, trabalhador e artístico Touro, o signo da realização. Começa, então, uma fase de maior comunicação no Brasil, com destaque para iniciativas ligadas às oposições, à mídia e à educação. Podemos ver novas medidas para enfrentar a pandemia. Se nada for feito para amparar a população carente e os trabalhadores, veremos confrontos difíceis com revoltas e uma insatisfação popular crescente.

Entre os dias 20 e 30, o Sol se une ao renovador e iconoclasta Urano, desafiando as estruturas de Saturno em Aquário e ativando pontos problemáticos do mapa astral do Brasil. Problemas como panes elétricas, dificuldade de conexão de internet, quedas na energia elétrica e apagões em algumas regiões podem acontecer. Além de distúrbios em redes de transporte como o aéreo.

O cenário astral do fim de abril é delicado e difícil. A lunação em Touro será positiva para a educação, mas também promete reforçar valores arraigados e sentimento de posse, batendo de frente com a necessidade de compartilhar responsabilidades sociais. Para completar o sentido desafiador e oscilante dos últimos dez dias do mês, diversos aspectos envolvendo Mercúrio (transportes, palavras e comunicações) desafiam aquela importante conjunção mencionada no início, entre Júpiter e Plutão. Será um momento de desencontros, briga de interesses entre grupos sociais e desacordos.

No dia 27, Mercúrio ingressa em Touro e, em seguida, encontra Urano. Podemos esperar mais surpresas para os últimos três dias do mês, principalmente no governo, na comunicação, na educação e no transporte. Abril termina com a Lua crescente em Leão, acionando o mapa do Brasil com a necessidade de acordos internacionais. Enfim, teremos um mês memorável, recortado por tendências muito fortes positiva ou negativamente, mas totalmente inesquecíveis e impactantes.

Horóscopo