PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo mensal - Novembro


Horóscopo mensal - Novembro

Exclusivo para assinantes UOL

Capricórnio (22/12 a 20/01)

Por Barbara Abramo

Tempere sua busca por profundidade na vida com boas doses de humor e leveza; busque os amigos e guarde para si certas cismas. Com essa conduta, você pode ter certeza de um mês ótimo para planos e projetos, vida social e envolvimento com causas coletivas. Ninguém sabe, mas você está passando por um intenso, lento e transformador ciclo íntimo. Nesse processo, há momentos em que a vida lá fora ou os relacionamentos parecerão superficiais demais. Encare como um intervalo, um recreio para sua alma, e siga confiante. 
 
Planos e amizades terão papel transformador em seu presente; é um bom mês para dar a devida atenção aos amigos e participar de eventos e iniciativas sociais. Além disso, planeje seus próximos meses! 
 
Júpiter e Saturno promovem expansão pessoal, trazem novos sentidos e significados também em novembro. Muita coisa nova para você perceber, elaborar e digerir!

Saúde 
Novembro é mês ótimo para você investir bastante no visual. Use seu faro e faça as mudanças que sentir necessárias. Nada de timidez nessa área: pode ousar à vontade! Saúde boa e resistente, contanto que respeite o momento de se alimentar com tranquilidade mental. Muita agitação pode atrapalhar seu sono e digestão.

Amor
Conte com liberdade para se divertir, descansar e viajar – Vênus e Urano em ótimo aspecto no comecinho do mês trazem encantamento, mas também um selvagem desejo de se manter livre. Se você está namorando ou se é casado, negocie momentos de solidão criativa. Se não estiver, será difícil se envolver com alguém.
 
A partir do dia 12, espere mais encanto e simpatia. É quando Vênus entra em seu signo, trazendo uma vibração poderosa: é atração que não acaba mais. Se você evitar o dia 25, que anuncia ciumeiras explosivas, tudo irá bem!
 
E por falar em explosões e reviravoltas, saiba que o astro das surpresas, Urano, promete revolucionar a vida familiar e íntima nos próximos meses. Entre novembro de 2016 e março de 2017, muitas mudanças no plano coletivo terão reflexos indiretos na sua vida familiar, por exemplo. No amor, na relação com filhos, com amigos, há mudanças chegando no horizonte!
 
Fique ligado: desentendimentos com seu parceiro sobre bens, dinheiro e finanças podem atrapalhar o clima amoroso na terceira semana. Acerte os ponteiros antes que os problemas cresçam demais.
 
A vida em comum entra nos eixos e torna-se mais leve no dia 22, ótimo para acertar com a família as atribuições e responsabilidades comuns e de cada um – o dialogo irá fluir bem melhor!
 
Alguns encargos familiares podem pesar um pouco no fim de novembro – programe-se para eles.
 
Melhores dias para amor: 3, 11, 12, 17, 20, 22 e 30.
Finanças
Gastos impulsivos são os únicos problemas que podem atrapalhar sua vida financeira em novembro. Conte também com alguns imprevistos envolvendo familiares. Mas, em geral, você se beneficia muito dos astros em novembro, no que diz respeito às finanças. Reformas em casa podem drenar o que você ganhou – pense se é o momento! 
 
A cheia lunar em Touro, no dia 14, inaugura um momento bom para investir em negócios que exigem criatividade. Daí até a terceira semana, conte com um período dourado! 
 
Quanto mais você trabalhar por conta própria, mais saberá temperar os convites e o prestígio já adquirido. Tenha coragem para fazer algo novo, pois esse será o grande carro-chefe que traz expansão profissional.
 
Se você trabalha com clientes, espere um aumento de pedidos até a terceira semana. Mas, daí em diante, a calmaria toma conta. Na mesma época, Júpiter e Plutão iniciam um aspecto tenso, sinalizando más consequências indiretas em suas finanças e trabalho, advindas de comportamentos contraditórios seus. Para driblar a tendência, é muito importante calibrar seu relacionamento com todos os envolvidos na profissão: clientes, chefes, fornecedores, sócios. Se você impuser condições muito estreitas e bater demais o pé, ninguém vai entender como isso se harmoniza com a imagem cordata, diplomática e equilibrada que você envia a todos. No fim das contas, quem perde é você. Lembre-se de que esse é um período longo em que negociar é a melhor política!
 
Na terceira semana, alguns desarranjos domésticos ou no escritório obrigarão a rever planos, prazos e estratégias. Empregados e subordinados talvez sejam a origem dos problemas. 
 
Evite compras nos dois últimos dias do mês, pois há risco de levar gato por lebre. Contratos também devem ser evitados nessa ocasião.
 
Melhores dias para finanças: 7, 8, 14, 15, 18, 22 e 29.


Horóscopo