PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo mensal - Março


Horóscopo mensal - Março

Conteúdo exclusivo para assinantes

Capricórnio (22/12 a 20/01)

Por

Por Barbara Abramo

Prepare-se para um mês surpreendente que exigirá de você mais flexibilidade e capacidade de fazer acordos --com pessoas e instituições, chefes e familiares-- do que em outros momentos do ano. O caso é que o cenário astral se torna mais tenso nesse mês, contrapondo seus interesses de controle e comando ao de outras pessoas: cônjuge, familiares, chefes, sócios e clientes. Não, você não precisa dizer adeus a sua tão querida liberdade de agir, mas precisará, para não comprometer suas metas e ambições, adiar alguns passos ou fazer acordos --pode ser que tenha de fazer concessões, preservando os interesses e pontos fundamentais. 

A situação de tensão se instala de 11 a 26 de abril, quando Plutão --que transita Capricórnio--estará em guerra com Urano em Áries e com Júpiter em Câncer (estes três astros já estão nesses signos há tempos). A novidade é que em abril o planeta Marte acirrará mais ainda essa tensão astral, ativando impaciências e intolerâncias coletivas.

Apesar de tantas oscilações, quem souber se conduzir com flexibilidade e modéstia tem mais chances --embora alguns embates sejam inevitáveis, obrigando você a abrir mão de algo importante por volta de 7, 15, 20 e 29 de abril, períodos ‘quentes’ do mês.

Saúde

A partir de 7 de abril, Mercúrio em Áries ativa inflamações, enxaquecas --para quem tem predisposição-- e tendência a acidentes devido à impaciência. Evite situações que disparam estresse entre 11 e 21 e não abuse de medicamentos entre 14 e 15 de abril. Novos tratamentos ou consultas surtem mais efeito se agendados para depois de 17 de abril --antes, pode haver má comunicação e desacerto entre você e o médico.  Após 23 de abril, tome cuidado com a tireoide, garganta, dentes, boca --Mercúrio em Touro assinala certa sensibilidade nessas áreas devido à vida social e à atividade profissional. Após o dia 20, a vitalidade e a resistência melhoram com o Sol em Touro. Movimente-se! Dança e música serão excelentes atividades a partir do fim do mês.

Amor

O mês começa com a necessidade de acertar os ponteiros quanto a atividades conjuntas em casa --o cônjuge tem quais obrigações na vida doméstica? E na intimidade, quem resolve e decide o que fazer da vida a dois? A demanda por harmonia vai aumentando conforme o mês evolui. Choques de interesse podem ficar mais intensos entre 2 e 3 de abril, e se você tiver muitas demandas de trabalho, as coisas podem ficar dramáticas no dia 23. Ainda bem que a partir de 24, Vênus e Saturno em ótimo ângulo fortalecem as relações pautadas pelo compromisso, lealdade e seriedade e, no dia 27, você pode criar aquele clima refinado e sensual para mostrar todo o seu sentimento.

Quem está começando um relacionamento precisará respeitar os momentos de solidão e atividades individuais da pessoa em questão. Nada de misturar família com namoro nem dinheiro com amor entre 18 e 21 de abril --será um 'mix' pra lá de indigesto. Deixe o ciúme no freezer nesse mês e exercite o máximo que puder atitudes leves, positivas, pouco ou nada controladoras, para não espantar sua paquera!

Com um eclipse lunar ativando as demandas familiares em contraposição com as sociais e profissionais, será difícil evitar as cobranças de uns e outros entre 14 e 16 de abril --o eclipse acontece no dia 15, mas suas vibrações se farão sentir antes. Seja como for, o passado vai embora nessa data, em algum sentido.

Para a vida social, tanto a primeira quanto a última semana são excelentes! Festas, reuniões e encontros serão gratificantes, e você pode mostrar todo o seu refinamento e preocupação em agradar os seus queridos com pequenos mimos. Filhos podem pedir mais atenção, talvez por algum motivo importante e inesperado, por volta de 29 de abril --esteja a postos e seja aquela presença prática, objetiva e leal que todos admiram.

Melhores datas para o amor: 1, 2, 5, 6,15, 16, 28, 29.

Finanças

Sem dúvida um mês bastante movimentado no campo profissional, abril reserva tomadas de decisão importantes entre 14 e 21 e traça novos caminhos para você a partir do dia 23. São tantos e tão intrincados aspectos astrológicos que tensionam sua relação com chefes, associados e clientes entre 10 e 27 de abril, que o certo é se adaptar a esse período tendo uma conduta aberta a negociações, nada inflexível, sem imposições de sua parte, delegando poder decisório e caprichando em comunicação diplomática. Mesmo assim, você chegará às raias da indignação e terá de tomar alguma decisão bem rápida e concreta sobre um empregado ou assistente nesse mesmo período.

O profissional liberal precisa estar pronto para lidar com clientes mimados e exigentes --talvez seja bom ter um assistente ou ajudante para livrar você dos chatos entre 6 e 24 de abril.

Nada de acumular obrigações de família, pois precisará estar livre para aceitar e conseguir realizar as demandas de trabalho, que irão aumentar conforme o mês chega ao final.

Associados que prometem e não cumprem têm risco de perder a sociedade com você neste mês --já a partir de 3 de abril, sua tolerância com estas pessoas está no limite, e não é para menos.

Dinheiro no bolso entra e sai na mesma velocidade --eventos inesperados no fim de abril exigirão que abra a carteira mais do que esperava. Afora isso, quanto mais você trabalhar, melhor será. A não ser que você viva da rentabilidade de imóveis ou de investimentos: aí, a cena astral coletiva promete abalar um tantinho suas entradas.

Melhores datas para as finanças: 22, 23.


Horóscopo