PUBLICIDADE

Topo

Dissecando uma base da Fenty Beauty, de Rihanna, em 10 pontos

Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal
Xan Ravelli

Xan Ravelli é o nome por trás do Radar digital Soul Vaidosa ativo desde 2013. Vaidosa de corpo e alma, musicoterapeuta por formação, #pretacrespamãede2efeminista, seu Soul Vaidosa foi o primeiro canal do YouTube Brasil a unir temáticas em beleza e feminismo negro.

Colunista do UOL

13/09/2020 04h00

Há 2 anos, Rihanna lançou sua Fenty Beauty e a comoção foi grande por aqui, especialmente pelos 40 tons de base disponíveis -mas nenhuma novidade nos Estados Unidos onde até em farmácias é possível encontrar marcas de cosméticos populares com mais de 30 tons em qualidade satisfatória, inclusive para pele negra.

Isso reforça a minha constante afirmação de incompetência, descaso e racismo de várias marcas de beleza nacionais, mas isso é papo para um outro texto. Também não vou aqui entrar nos desméritos da equipe de publicidade e comunicação sobre proporcionalidade racial na escolha dos influenciadores que foram contratades para o lançamento da marca no Brasil.

O fato é que Rihanna é a primeira mulher negra na história a comandar uma marca de luxo. Sua maison anda oficialmente com Dior, Louis Vuitton, Channel, Givenchy e outras igualmente chiques e caras, segundo a LVMH, holding francesa que é autoridade em artigos de luxo.

Mas vamos ao que interessa: falar sobre as bases (produto mais famoso da marca) e se vale a pena desembolsar R$ 219 por uma delas. Spoiler: vale, sim (embora nem tudo seja flores).

  1. Aqui no Brasil as bases e outros produtos Fenty Beauty são comercializados pela Sephora, disponíveis tanto online para todo Brasil quanto em suas lojas físicas onde é possível testar com todos os critérios de segurança;
  2. Hoje são 50 tons disponíveis. No site de Fenty Beauty você pode encontrar uma ferramenta que ajuda na identificação do tom ideal pra você - saber se sua pele é quente, fria ou neutra ajuda bastante nesse processo;
  3. Vou confessar que achei essa questão de escolha de tom ideal bastante confusa. Pelo teste meu tom seria 440, mas a base oxida bastante e muda muito na pele. Vale dizer que isso é característico da base, então vale considerar um ou até dois tons abaixo do que você costuma usar;
  4. Para comparações, meu tom é o 420. Na MAC minha cor é a NC50, com Bruna Tavares, minha cor é 7;
  5. Fenty trabalha hoje com 2 tipos de base: Soft Matte e Hydrating Longwear. Ambas com 32 ml e aplicador pump;
  6. A base Soft Matte tem acabamento matte na medida, seca super rápido mas é bem tranquilo construir camadas, o que pra mim, que gosto de um acabamento bem-feito, não foi necessário - cobertura média/alta;
  7. A base Hydrating Longwear tem acabamento glow e deixa uma aparência bem rica e natural, permite camadas também sem problema nenhum. Como o próprio nome já diz, é super hidratante - cobertura média;
  8. As duas bases são extremamente leves na pele, parece que você não está usando nada;
  9. Impressiona também a duração incrível, inclusive com ótima resistência à água. É aquela base pra você passar o dia todo, suar à vontade na pista e dar close na piscina que ela aguenta;
  10. As duas bases tem uma transferência que eu considero aceitável, sendo que a Hydrating transfere mais que a Soft Mate, o que também é típico de bases de acabamento mais glow;
  11. (bônus) O perfume é muito suave a agradável e desaparece pouco tempo depois da aplicação.
xan - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal
xan com make - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

Mana em Conta: Uma alternativa mais baratinha, a Mana em Conta para essa base pra mim é a Base Negra Rosa. Há semelhanças na leveza e permite construções maravilhosas com durabilidade fantástica. Disponível online por R$ 47,90.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.