PUBLICIDADE

Topo

Soltos

Qual será o novo protocolo da paquera enquanto a vacina não vem?

Carol Tilkian e André Lage

sobre os colunistas

Piranhas românticas, André e Carol são experts em solteirice e partidários do afeto mesmo nas relações casuais. Carol está solteira há 6 anos e já não troca a aula de hot yoga por um date mais ou menos. André está solto monogâmico mas já se esbaldou muito na vida de contatinhos. Publicitários e roteiristas, trabalham com comportamento e conteúdo há anos e decidiram se aprofundar no tema que é assunto da manicure à terapia: como se relacionar hoje em dia.

André Lage

Piranhas românticas, André e Carol são experts em solteirice e partidários do afeto mesmo nas relações casuais. Carol está solteira há 6 anos e já não troca a aula de hot yoga por um date mais ou menos. André está solto monogâmico mas já se esbaldou muito na vida de contatinhos. Publicitários e roteiristas, trabalham com comportamento e conteúdo há anos e decidiram se aprofundar no tema que é assunto da manicure à terapia: como se relacionar hoje em dia.

Colunista do UOL

04/01/2021 04h00

Eu amo reveillon. Amo uma aglomeração de gente vestida de branco, transbordando esperança e abraçando estranhos. Sou dessas que não se importa em pagar preços inflacionados nas pousadinhas da Bahia. Já me programo financeiramente porque considero isso um investimento na minha sanidade mental e na renovação da listinha de crushes e potenciais futuros namorados.

Ah? os amores de verão? Nada como um novo crush bronzeado me amassando na praia pra me fazer esquecer as desventuras amorosas do ano anterior e os comentários ácidos da minha Tia Cleyde sobre minha solteirice na ceia de natal. Mas esse ano não teve aglomeração. Não teve pousadinha na Bahia. Não teve beijos com estranhos.

Se você foi responsável como eu (espero que tenha sido) também não usufruiu de um dos grandes feriados paquerativos pra manter o isolamento social, e agora tá tendo que se virar pra tentar achar formas de dar um gás na esperança e na lista de contatinhos.

Esse período de quarentena tem sido uma prova eterna de resistência do BBB cósmico, mas antes que você jogue a toalha, quero compartilhar aqui o novo protocolo de paquera nessa prorrogação infinita do isolamento social. Pelo menos até a vacina chegar a gente vai ter que segurar a onda do roça-roça dos corpos bronzeados, mas não precisamos viver esse novo ciclo na mesma pindaíba amorosa que deu o tom de 2020.

Bora aproveitar que esses primeiros dias do ano são aqueles onde a gente faz as listinhas das coisas que quer mudar e já incluir nessa lista as mudanças de estratégias de flerte e de lugares pra caçar.

1. TEST-DRIVE VIRTUAL

A gente fez uma pesquisa no ano passado e só um terço dos solteiros se deu bem na paquera digital. Eu sei que é um saco ficar tentando achar ganchos pra novos papos e manter a conexão quente por dias a fio. Mas não tem jeito, a peneira do virtual vai determinar se o crush vale o risco do encontro real:

53% dos solteiros afirma que vai esperar o romance engrenar no virtual antes de ir pra um encontro ao vivo. Serão pelo menos duas semanas pra você provar que é uma solteira adaptada à evolução da espécie e adequou seu repertório de sedução para a versão digital.

Alguns ganchos bons pra manter o interesse aceso e aproveitar pra conhecer melhor o crush são:

. Faz a "Rubens Ewald Filho" - Trocar sugestões de filmes e séries é um ótimo jeito de falar de você e do que você quer de uma relação, usando a ficção como álibi. Já pergunta que tipo de personagem ele gostaria de ser e quais são os filmes que mais mexeram com a cabeça dele. Isso leva pra papos existenciais maravilhosos.

. Faz a curadora de conteúdo - Se a conversa tiver morrendo, manda um link de TEDs, palestras, matérias ou vídeos sobre assuntos que vocês já conversaram seguidos da famosa mensagem "lembrei de você". Aproveita e já escreve o que você pensou ao assistir o vídeo ou ler a matéria e pede a opinião do crush. Falar de coisas pode ser mais interessante do que falar "da gente" e ajuda a criar conexão nesse primeiro estágio do romance.

. Faz a Rappi - Se você já tá com o papo mais engatado, essa é uma estratégia ótima pra surpreender o paquera e criar contextos de intimidade mesmo à distância. Correio elegante na versão 2021. Dá pra mandar um Ifood surpresa com uma comida legal e convidar pra um jantar virtual; uma garrafa de vinho pra vocês beberem juntos ou plantinhas pra dar vida na casa do crush e fazer ele lembrar de você toda vez que regar.

2. REPESCAGEM SEM MEDO

A busca por advogados de separação cresceu 177% durante a pandemia ou seja, bastante gente tá voltando à pista. Por isso, nesse começo de ano, vale dar uma vasculhada no instagram de ex-paqueras pra checar - como quem não quer nada - se as fotos com os cônjuges continuam lá ou se eles são parte das estatísticas e podem receber um "lembrei de você" despretensioso.

Se você tem filhos, outro lugar bom pra repescagem é o grupo de whatsapp dos pais da escola. Checa as fotinhos dos participantes, o status deles no facebook e já descobre os recém-separados interessantes pra você conversar sobre as aulas online das crianças (finalmente você vai amar esse grupo hein?).

Nessa onda da repescagem, vale acionar sua rede de amigos, colegas de trabalho, primos e sondar se eles não tem amigos legais recém-separados para te apresentar. A volta da paquera vintage é tendência e, segundo nossa pesquisa, grande parte dos solteiros têm preferido ser apresentados a amigos de amigos.Isso porque você já conta com uma boa curadoria de alguém que te conhece bem e pode encontrar o pretendente num jantar ou drink com poucas pessoas (menos risco de aglomeração).

3. MERGULHE NO AUTOCONHECIMENTO E CONHEÇA ALGUÉM LEGAL

Muita gente aproveitou o isolamento pra mergulhar no desenvolvimento pessoal e essa tendência deve seguir neste ano. Se você não deu conta dos milhões de cursos online em 2020, por que não se propor a entrar em algum este ano? (Aliás, em breve vamos lançar mais uma turma do nosso curso online de 21 dias pra mudar os padrões e tomar as rédeas da vida amorosa. Já se inscreve na lista de espera aqui). A paquera cult anda em alta e grupos de estudos ou cursos por zoom são ótimos contextos de flerte, já com match intelectual.

4. TRANSFORME DEVER EM PRAZER

Já que não dá pra sair objetivamente para paquerar, em 2021 a onda é adicionar a paquera aos ambientes em que você é obrigado a ir. Supermercados, salas de espera de médico, padarias e farmácias são os novos bares. O bairrismo também está em alta e a paquera na vizinhança e até no elevador têm ganhado força.

Aquela passeada pra levar o cachorro pra fazer xixi pode ser uma chance de cruzar alguém legal. Mesmo de máscara, esteja aberto ao acaso e abuse da troca de olhares. Se a pessoa sorrir de volta com os olhos, ofereça um álcool gel e puxe um papo.

5. PERGUNTAS INDISCRETAS ESTÃO LIBERADAS

Mesmo sem intimidade vai ter que rolar papinho e DR pré-date para minimizar os riscos. No novo protocolo perguntas saia justa como "onde você tava quinta-feira a noite" ou "qual foi a última vez que você beijou outra pessoa" deixam de ser pressão e passam a ser precaução.

Esteja preparada para compartilhar não só suas fotos do insta como também as rotas do seu google maps com os novos paqueras. 59% dos solteiros vai perguntar se o crush tem circulado por lugares de aglomeração e pedir detalhes sobre sua rotina pra conseguir entender o quão exposta a pessoa está ao risco.

E se você quer ser uma solta ou um solto responsável, para rolar encontro ao vivo esteja preparado para fazer "quarentena de outros crushes". Pois é, focar em uma pessoa por vez agora é uma questão sanitária e 40% dos solteiros afirmam que vão perguntar na lata se o crush saiu com outras pessoas nos últimos 14 dias (a pergunta de 1 milhão de dolares é: as pessoas vão responder a verdade? rs?). Tem gente inclusive que vai chamar na xinxa mesmo e pedir exclusividade desde o dia 1 e os mais desconfiados ainda vão pedir teste de COVID recente antes do date.

6. ASSEPSIA TAMBÉM NO JOGUINHO: 2021 É JOGO LIMPO

Escrevemos no final do ano passado sobre como os solteiros estão mais dispostos a demonstrar afeto pós isolamento e essa conduta continua valendo para esta temporada paquerativa 2021.

Foram tantos meses de coração confinado que nessa volta à interação ninguém tá a fim de perder tempo com meias palavras, falsas disponibilidades ou pessoas que querem coisas diferentes do que a gente.

Fique a vontade pra ser honesto e colocar pro outro se você está num clima pegação ou romance. 45% dos solteiros afirma que vão falar na lata qual é o clima paquerativo em que se encontram e 41% estão decididos a parar de fazer joguinho.

Acho que um dos grandes aprendizados que a pandemia nos trouxe é que é preciso cuidar do outro. Entendemos (assim espero) que estamos todos conectados e que tomar cuidado com a minha saúde é também minimizar os riscos de expor ao vírus todas as pessoas com quem eu interajo.

Essa mesma lógica vale para as relações amorosas. Já não dá mais pra pensar que pra gente tá legal sair de vez em quando com o paquera e enrolar ele na cara de pau, fazendo vista grossa pro fato dele estar mais envolvido. Ter que se posicionar pro outro vai nos fazer entender o que estamos querendo de verdade. Uma pergunta difícil, mas necessária.

Espero que você siga à risca esse novo protocolo. No meu entendimento ele traz mais responsabilidade afetiva pra todos nós. Vai ser melhor assim, não acha?

Se você quer saber como sobreviver à solteirice em tempos de likes, segue a gente no YouTube e no Instagram. Toda semana a gente entrevista solteiros, especialistas e divide nossos aprendizados e teorias. Mande histórias e dilemas que a gente transforma em pauta!