PUBLICIDADE

Topo

Se Conselho Fosse Bom

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

'Sou feliz solteira, mas todo mundo manda eu procurar um namorado'

Bruce Mars/Unsplash
Imagem: Bruce Mars/Unsplash
Conteúdo exclusivo para assinantes
Karin Hueck

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados. "Se conselho fosse bom" é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas

Colunista de Universa

14/05/2022 04h00

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br

Fui casada por 22 anos e tive duas filhas. Nos separamos e minhas filhas ficaram com ele para que pudessem estudar, já que ele tinha condições de pagar a faculdade. Um tempo depois, arrumei um namorado mais novo e ficamos mais de 15 anos juntos, mas cada um na sua casa. Me separei de novo e então arrumei outro namorado que me traiu. Foi uma decepção muito grande. Hoje estou sozinha. Não quero mais ninguém, amo minha liberdade. Amo que não tenho compromisso de ter que limpar a casa, fazer comida, essas coisas. Sou feliz. Ainda assim, não param de me falar que preciso arrumar alguém. Mas eu não sinto solidão. Eu amo minha casa, amo levantar ou deitar a hora que quiser, só cozinhar se eu quiser. Hoje em dia, homem me dá preguiça. O que eu faço?
- Sozinha e bem acompanhada

- Cara Sozinha e bem acompanha
Sugiro que você convide essas pessoas que acreditam que você precisa de um namorado para que passem alguns dias na sua casa observando a sua vida. Mostre como é acordar na hora que quiser, e não ter que cuidar de ninguém além de você mesma. Aposto que, em pouco tempo, aposto que são elas que vão querer o seu estilo de vida. Brincadeiras à parte, o melhor que você pode fazer é ignorar os palpites.

Você teve a sua cota de companheiros, viveu o esquema tradicional de marido e filhos, depois namorou por décadas e agora descobriu que não precisa de uma companhia para ser feliz. Bom pra você! Da próxima vez em que alguém vier dizer como você deveria levar sua vida, pense em você acordando tranquila e descansada na sua cama cheirosa, comendo só o que tem vontade, fazendo o que quiser do seu dia e responda: "Vou pensar no seu caso".

Boa tarde, fui casada durante dezessete anos e me separei, mas desde que me separei meu ex-marido nunca saiu de casa. Ele namora há muito tempo outra mulher, mas vivemos debaixo do mesmo teto. Queria que ele fosse viver a vida dele com essa outra mulher e me deixasse viver minha vida sozinha.
- Sai pra lá

- Cara Sai pra lá
Já você vive todas as desvantagens domésticas de morar com alguém, sem ter as vantagens de um relacionamento. Já passou a hora do seu ex deixar você tocar a sua vida. Está muito cômodo para ele essa dinâmica de continuar tendo uma mulher em casa (aposto que você segue fazendo sua parte das tarefas do lar), e ainda por cima viver a vida descompromissada de um namoro novo. Chame-o para conversar e diga que a partir da data "X", ele não será mais bem-vindo. Ele pode dar as desculpas que quiser, mas mantenha-se firme. Ofereça ajudar a empacotar as coisas e, no dia combinado, chame um chaveiro para trocar as fechaduras de casa.

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br