PUBLICIDADE

Topo

Se Conselho Fosse Bom

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

'Minha mãe não aceita que eu seja bi. Diz que eu sou uma hétero desiludida'

Getty Images
Imagem: Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Karin Hueck

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados. "Se conselho fosse bom" é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas

Colunista de Universa

11/12/2021 04h00

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br

Eu sou uma mulher de 34 anos que, até recentemente, nunca tinha se envolvido com outras mulheres. Acontece que conheci uma moça incrível há quase um ano e agora estamos namorando. Está tudo maravilhoso entre a gente. O problema é a minha mãe. Ela simplesmente não consegue entender que essas coisas acontecem e só fica falando que na verdade eu não sou "lésbica", sou uma hétero que se desiludiu com homens, e que vou acabar percebendo isso alguma hora quando conhecer um cara legal. Além disso, se recusa a conhecer a minha namorada. O que eu faço?
- B de bissexual

- Cara B de bissexual
Olha, sei nem o que dizer. Infelizmente, ainda é comum pessoas acreditarem que a bissexualidade é "apenas uma fase" e que um dia os outros vão voltar a ser "héteros normais" (sic) --mas é óbvio que não é o caso aqui. Não tem nada de estranho você se apaixonar por uma mulher pela primeira vez aos 34 anos. Eu tentaria uma última conversa com a sua mãe: tente explicar o que significa ser bissexual --que é a atração por homens e mulheres-- e que mulheres bissexuais podem passar a vida inteira se relacionando com homens e que, mesmo assim, isso não as torna héteros. E que nada indica que você vá se apaixonar por um homem na próxima vez. Diga também que, se a sua namorada não puder ser aceita na família, infelizmente a família vai ter que aprender a conviver muito menos com você. E então cumpra a promessa.

Namoro há um ano e meio um cara um pouco mais velho, e ele sempre foi carinhoso e respeitoso no nosso namoro. O problema é que ele trata muito mal a mãe dele: eleva o tom de voz, diz que ela não sabe fazer nada, critica o jeito dela. O pior é que eu realmente gosto da minha sogra e discordo do meu namorado. Agora eu fico pensando: será que eu vou ser a próxima que ele vai maltratar? Ele também tem um histórico de brigar com vários amigos. Será que é uma encrenca? Eu gosto muito dele.
- Sinais, fortes sinais

- Cara sinais, fortes sinais
Geralmente, onde há fumaça há fogo. Eu suspeitaria um tanto de um homem adulto que briga com as pessoas mais próximas da sua convivência --a própria mãe e os amigos. Primeiro, pode haver a possibilidade de ele ter um problema real com a mãe, alguma história antiga mal resolvida, talvez ela tenha sido muito dura ao longo da infância, talvez ela o tenha machucado de alguma forma. Acho que vale dar uma investigada. Mas, como o alvo das encrencas do seu namorado também inclui os amigos dele, eu acho que existe a possibilidade real de ele ser aquelas pessoas que adoram um drama, um conflito, uma intriga. Sei que você está apaixonada no momento, mas fique com as antenas ligadas. É difícil alguém quebrar um padrão desses. Ao menor sinal de problemas com você, é melhor fugir.

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br