PUBLICIDADE

Topo

Se Conselho Fosse Bom

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

'Todo mundo na família sabe que minha prima é adotada, menos ela. E agora?'

Pexels
Imagem: Pexels
Conteúdo exclusivo para assinantes
Karin Hueck

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados. "Se conselho fosse bom" é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas

Colunista de Universa

04/09/2021 04h00

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br

"Todo mundo na família sabe que minha prima é adotada menos ela. E agora?"

Olá. Eu tenho 23 anos e tenho uma prima de 20 anos, que é muito próxima minha. Minha mãe sempre me contou a história que meus tios não conseguiam ter filhos e por isso resolveram adotar uma menina. Eles são ótimos pais, minha prima é uma pessoa muito boa, ama os pais etc. Acontece que todo mundo na família sempre soube que ela é adotada, menos ela. A família inteira resolveu não contar, desde o começo. Quando eu era menor, eu não achava que era um problema - só que agora eu acho bizarro. Minha prima tem o direito de saber. Também acho que um dia ela vai descobrir e vai se sentir traída por todo mundo e por mim porque ninguém contou. Estou pensando em falar com ela. Me ajuda, o que eu faço?
- O segredo familiar

- Cara o segredo familiar
Jesus amado, por que fizeram isso com essa menina? A situação já seria complicada, se ela fosse uma criança - e ela sendo adulta só torna a história pior. Eu concordo com você que ela tem o direito de saber, e faz tempo que especialistas indicam que a adoção não seja tratada como um segredo. Mas eu acho que, em um primeiro momento, não cabe a você fazer essa revelação, que vai mudar tudo que ela sabe sobre ela mesma, a família e suas origens. São os pais que precisam ter essa conversa, o quanto antes melhor. É um milagre que ninguém tenha contado nada por esse tempo todo. A essa altura, porém, não vai mais ser possível evitar que ela se sinta traída por todo mundo. O que você pode fazer é conversar com os seus tios, dizer que andou estudando sobre o assunto, que fazer a família inteira manter esse segredo é errado. Eles provavelmente vão ser muito resistentes à ideia. De tempos em tempos, volte ao assunto com eles. Se nada acontecer, acho que você pode procurar um profissional/psicólogo que possa te orientar sobre a melhor maneira de lidar com essa situação.

Fiquei com um cara por bastante tempo, mas ele não queria nada sério, então me afastei. Ele respeitou minha decisão e falou que não queria perder totalmente o contato. Na empolgação do momento, eu falei que não tinha problema. Mas desde então ele sempre fala comigo, manda mensagens etc. Isso está me fazendo muito mal pois ainda tenho sentimentos por ele. Agora não sei como colocar um ponto final e falar para ele que não quero mais contato, não sei quais palavras usar.
- Sendo enrolada

- Cara sendo enrolada
Você fez o diagnóstico perfeito da sua situação. Você conheceu um cara que te interessou e gostaria que o relacionamento avançasse. Ele não quer a mesma coisa. Realmente, a única forma de se autopreservar é mantendo-se longe dele. Para ele, é muito cômodo continuar te vendo sem compromisso. Você vai ter que ser firme de novo, e posso te ajudar com as palavras: "Carlos Augusto, eu sei que lá atrás eu tinha dito que poderíamos continuar nos vendo, mas eu me enganei. Percebi que esses encontros estão me fazendo mal. Eu acho você um cara muito incrível, mas não posso ficar mantendo esse contato. Por favor, respeite a minha decisão." Se mesmo assim, ele continuar mandando mensagens, bloqueie-o. Melhor do que ficar lidando o tempo inteiro com essa tentação apitando no seu celular.

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL