PUBLICIDADE

Topo

Nina Lemos

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Tristan, Khloé Kardashian e os caras que machucam e depois juram respeito

Após exame de DNA, Tristan Thompson pediu desculpas publicamente a Khloé Kardashian por traição - reprodução/ internet
Após exame de DNA, Tristan Thompson pediu desculpas publicamente a Khloé Kardashian por traição Imagem: reprodução/ internet
Conteúdo exclusivo para assinantes
Nina Lemos

Nina Lemos é jornalista e escritora e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance "A Ditadura da Moda".

Colunista de Universa

05/01/2022 04h00

É difícil imaginar um comportamento masculino mais revoltante do que o dos homens que engravidam uma mulher e não assumem o filho. Pior do que isso, só aqueles que exigem teste de DNA e ainda saem por aí falando mal da mulher, a acusando de "só querer seu dinheiro". Mas tudo pode piorar. Soube disso hoje, ao ler as últimas notícias sobre o jogador de basquete Tristan Thompson, ex da mega influencer Khloé Kardashian.

Explico: na noite de segunda-feira (3), ele usou sua conta no Instagram para assumir que era pai do filho da personal trainer Maralee Nichols, com quem teve um caso enquanto namorava Khloé, com quem teve um relacionamento de cinco anos e com quem tem uma filha, True, de 3 anos.

Detalhe importante: ele só assumiu o filho com a personal trainer depois que o resultado de um exame de DNA foi divulgado. E, durante o processo, detonou a mãe do filho. Segundo rumores publicados na imprensa americana, ele teria, inclusive, oferecido dinheiro para que Nichols fizesse um aborto. Mas, com o exame comprovando a paternidade, não tinha como fugir mesmo, certo?

Na mensagem onde assume forçadamente a paternidade, ele lembrou da ex super famosa e cheia de fãs pelo mundo. "Khloé, você não merece isso. Você não merece a dor e a humilhação que te causei. Você não merece a forma como te tratei ao longo dos anos. Minhas ações certamente não condizem com a forma como eu te vejo. Eu tenho o maior respeito e amor por você. Apesar do que você talvez ache. De novo, eu sinto muito"

Essa não foi a única traição dele. Durante o relacionamento, ele se relacionou com várias mulheres e eles terminaram várias vezes por isso. Uma das traições foi com uma das melhores amigas de Kylie Jenner, irmã mais nova de Khloé. Ou seja, não é preciso ser amiga das Kardashians para perceber que aquele era um relacionamento tóxico, inclusive porque parte dos dramas eram mostrados no reality show que Khloé estrelou durante anos junto com a família.

Agora, depois de tudo isso, era preciso vir a público pedir perdão para a ex com quem ele não está há seis meses? É provável que ele tenha feito isso por marketing, já que Khloé é amada pelos seus fãs.

Mas não são só os homens que se relacionam com celebridades que dão uma de 'madalenas arrependidas' depois de desrespeitarem e magoarem mulheres de formas que as deixarão traumatizadas para sempre.

Muitas de nós, simples mortais, já recebemos esse tipo de pedido de desculpas. "Eu te respeito muito", diz o sujeito que durante o relacionamento de agrediu moralmente e vivia te chamando de louca. Ah, tá, imagina se não respeitasse! "Você não merece a dor e a humilhação que eu te causei", fala o cara que te humilhou por anos.

Eles acham que, depois de sair de um relacionamento abusivo, a vítima precisa que ELE, o que feriu, diga isso para ela? Ela sabe que não merece, e não precisa da sua tutela para enxergar isso. Um homem abusador falar uma coisa dessas em vez de ajudar, atrapalha.

Sabe qual é a melhor coisa que um homem que cometeu abuso emocional, mentiu e traiu pode fazer para a mulher que foi sua vítima? Ficar longe e não tocar mais no nome dela.

Tristan, claro, faria um favor para as mulheres se não se relacionasse mais com nenhuma, até que fizesse, no mínimo, dez anos de análise. Mas aí já é pedir demais.

Se você encontrar um homem que exigiu teste de DNA e fala mal da mãe desse filho, desconfie. Se você insistir, a próxima maluca pode ser você. Até que uma hora ele vai te pedir desculpas e falar que você "não merecia". Ninguém merece.