PUBLICIDADE

Topo

Nina Lemos

Neymar ensina: tire fotos do feed enquanto tenta tirar a pessoa da sua vida

Nina Lemos

Nina Lemos é jornalista e escritora e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance "A Ditadura da Moda".

Colunista do Universa

14/01/2021 04h00

Nos últimos dias, dois famosos viraram notícia e causaram estardalhaço entre seus fãs por um motivo bobo: Neymar, segundo seus seguidores, "desarquivou" fotos da ex, Bruna Marquezine no Instagram. Grazi Massafera teria apagado fotos com o namorado, Caio Castro. A atriz já desmentiu.

Que atire o primeiro negativo quem nunca passou por isso. Brigar com namorado e deletar fotos é humano. E também é super normal superar uma ex e poder voltar a ver as fotos sem se sentir mal.

Nós, mais velhos, já rasgamos fotos, as arrancamos da parede dos nossos quartos, o que motivou até um verso de Chico Buarque, onde ele diz: "não arranque minha cabeça da sua cortiça". Bem, se até o Chico Buarque já teve suas fotos rasgadas, imagina a gente? Faz parte.

Agora, com as redes sociais, as coisas são um pouco diferentes, apesar da essência ser a mesma.

Com o Instagram, as outras pessoas que nos seguem sabem se apagamos fotos de alguém. Nada demais para a gente que não é famoso. Já eles, coitados, não podem nem apagar foto de namorado depois de briga em paz.

Sinto muito se a maravilhosa Grazi brigou com o namorado e isso virou fofoca. Agora, fato: o buxixo em cima das fotos dos famosos nos fez aprender uma nova maneira de "rasgar fotos".

Hoje, não se deleta: Arquiva-se. Arquivar é uma maneira menos radical de "deletar". Você esconde a foto de si mesmo e dos outros. Tira a foto do seu feed enquanto tenta tirar a pessoa da sua vida. Depois, tem a opção de desarquivar. Assim, a foto reaparece magicamente de volta no seu feed.

Para nós, que rasgamos fotos e jogamos no lixo, essa opção parece mágica. Na hora da raiva você esconde. Depois, quando supera ou reata, você desarquiva. Essa é, sem dúvida, uma grande vantagem da tecnologia.

Quem nunca?

Eu, velha, não conhecia essa prática. Neymar, depois do caso das fotos de Marquezine desarquivadas, também disse que não conhecia. Bem, depois de ler uma matéria aqui no UOL e seguir um tutorial, aprendi. Arquivei e desarquivei duas fotos com sucesso.

Depois do meu teste, passei a achar que o que aconteceu com Neymar foi o seguinte: ele estava lá, vendo as fotos arquivadas da ex (quem nunca?) e, por acaso, apertou nos botões de desarquivar. Esse tipo de mico eletrônico acontece.

É tipo falar mal de alguém no grupo de WhatsApp errado (aquele onde está a pessoa que você detona), ou mandar sem querer uma reação para um stories que você está vendo "escondido". Claro, isso é especulação. Mas é bem possível.

Famosos também erram, brigam, voltam. Pena que quando eles "arquivam" ou "desarquivam" todo mundo fica sabendo.

Quanto a nós agora podemos arquivar fotos depois de uma briga e depois desarquivar antes mesmo que a pessoa veja!

Escorpianos como eu agradecem.