PUBLICIDADE

Topo

Nina Lemos

Nancy Pelosi, 80 anos, decide tirar Trump do poder. Aprenda, Rodrigo Maia

Presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, durante entrevista coletiva no prédio do Congresso dos EUA, em Washington -
Presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, durante entrevista coletiva no prédio do Congresso dos EUA, em Washington
Nina Lemos

Nina Lemos é jornalista e escritora e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance "A Ditadura da Moda".

Colunista do UOL

11/01/2021 12h22

Já virou piada. Sempre que o presidente Jair Bolsonaro comete algo que pode ser configurado crime de responsabilidade, o presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia, solta uma nota de repúdio. É realmente uma atitude super corajosa (contém muita ironia) emitir notas falando: "eu repudio essa atitude"?

Pois Rodrigo Maia poderia ter algumas aulas com Nancy Pelosi, a presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos.

Em vez de "notas de repúdio", a deputada do partido democrata está preparando um pedido de impeachment às pressas e ontem deu um ultimato ao vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence: ele tem 24h para declarar Donald Trump inapto para o cargo e evocar a 25ª Emenda (que diz que o vice presidente pode assumir no caso do presidente se ele e a maioria do gabinete considerar que o presidente está inapto para o cargo). Se isso não acontecer, ela começa um processo de impeachment no parlamento. Ou seja, ou Trump sai, ou sai.

O motivo é o fato do presidente ter insuflado manifestantes a marcharem até o Capitólio semana passada, o que culminou com uma invasão e cinco mortos. Teme-se também que se Trump ainda mais instável e perigoso em seus últimos dias como presidente. Ele poderia, por exemplo, provocar uma guerra.

O escritório da própria Nancy foi invadido. Um dos invasores chegou a tirar uma foto sentado em frente à sua mesa. O texto do impeachment, que já está sendo preparado, diz que Trump ameaça a segurança dos Estados Unidos e suas instituições.

Nancy Pelosi é uma mulher de 80 anos, de um metro e sessenta e quatro. Ou seja, ela é uma senhorinha do naipe de uma Jane Fonda, aquela que vez ou outra é presa em manifestações contra as mudanças climáticas. Nancy é mais uma prova de que mulheres podem ser muito mais corajosas do que homens que se acham "os machos". (Alguém ainda tem dúvida disso?).

Há algum tempo, era comum usar a expressão "tem que ser muito macho" como exemplo de coragem. Por exemplo, "tem que ser muito macho para tirar o Trump do cargo". Essa expressão, obviamente, é mentirosa. Seria melhor mudar para "tem que ser muito mulher" para fazer tal coisa.

O futuro do presidente do país mais poderoso do mundo está sendo resolvido por uma mulher. Alguma surpresa?

2020 foi um ano onde as mulheres poderosas do mundo mostraram para o que vieram. Líderes como Angela Merkel e Jacinda Arden deram exemplo de administração da crise do Corona. E Kamala Harris, por exemplo, fez toda a diferença para que Joe Biden fosse eleito.

Alguma dúvida de que continuaremos dando as cartas e lições para muitos homens que se acham os "machos" em 2021? Vamos ver se eles aprendem e seguem o exemplo.

Lute como uma Pelosi.