PUBLICIDADE

Topo

Mayumi Sato

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Sistema promete achar alma gêmea baseado em histórico da pessoa. Dá certo?

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mayumi Sato

Mayumi Sato é meio de exatas, meio de humanas. Pesquisadora e diretora de marketing do Sexlog quer ressignificar a relação das pessoas com o sexo e, para isso, acredita que é preciso colocar a mão na massa, o que inclui decodificar o comportamento humano. Ao longo dos anos, estudando e trabalhando com o mercado adulto, passou a fazer parte de uma rede de mulheres interessadas e ativistas no assunto, por isso sabe que não está "não estamos" só. Idealizadora do cínicas (www.cinicas.com.br) e feminista sex-positive.

Colunista de Universa

10/10/2021 04h00

Pesquisadores do Reino Unido estão desenvolvendo um sistema de recomendação para que você encontre sua alma gêmea, usando apenas fotos e o histórico de pessoas que já te atraíram.

O sistema é chamado de TIRR, sigla em inglês que na tradução é algo como Recomendador Recíproco Baseado em Imagem Temporal e não leva em consideração informações como idade, interesses, local, etc, apenas fotos de rosto. A surpresa é que os resultados gerados por esse sistema têm indicado uma resposta mais efetiva do que análises mais profundas, que levam em consideração dados sobre a personalidade das pessoas.

Se na vida real, esse tipo de sistema vai se traduzir em dates melhores, ainda tenho minhas dúvidas. Afinal, o par perfeito é algo que encontramos por aí do nada ou criamos através de convivência e dedicação mútua?

Será que existe alguém por aí predestinado a ser o nosso par ideal?

Para entender o que mais gente pensa sobre isso, pedi ao Ysos, aplicativo de encontros, ménage e swing, para lançar uma pesquisa sobre o tema e também perguntei lá no meu perfil do Instagram.

Foram consultadas cerca de 2500 pessoas e descobri que essa história de alma gêmea não convence muita gente por aí:

69% das pessoas declarou simplesmente não acreditar que exista uma tampa perfeita para a sua panela. Mas das que acreditam, metade já encontrou alguém pra chamar de seu.

A maioria, 86%, acha que dá pra achar uma alma gêmea por aí, mas eles não necessariamente vão gostar das mesmas coisas e 89% também diz que eles não precisam concordar em tudo. Para 56% gostar de coisas complementares já dá pro gasto!

E mesmo entre os que acreditam nesse par ideal, não acham que só exista uma tampa de panela no mundo pra cada um. 76% diz que pode existir mais gente perfeitamente compatível por aí.

E o pessoal anda bem livre e independente: 78% não tem medo de não viver esse encontro definitivo de almas.

Por fim, um pouco mais da metade, 51%, acha que alma gêmea é definida pela convivência entre as pessoas, não é algo pré-determinado.

Algumas pessoas compartilharam um pouco mais o que pensam sobre o tema:

"Eu não acredito que almas gêmeas são necessariamente um par romântico. São conexões ancestrais que se conectam ao longo da vida"

"Não acredito nisso, mas minha parceira acredita. Estamos juntos há 16 anos e geralmente ela está certa."

"Acho que existe, mas também acho que temos várias almas gêmeas. Identifico pela sintonia. É uma crença minha."

"Eu já acreditei muito em alma gêmea, até que percebi que temos almas afins e não gêmeas para se completar."

"Eu acredito em alma gêmea, não necessariamente precisa ser "alma gêmea" em relacionamento amoroso, eu sou gêmeo. Acredito que meu irmão e eu decidimos vir juntos a esse plano. Onde eu tenho cicatriz, meu irmão tbm tem. Sempre foi mto mais latente quando éramos mais jovem, até os 16 anos, onde me feri, meu irmão tbm se feriu e ficou com marcas parecidas. Eu como umbandista vejo mais por esse lado.Na questão afetiva acredito que temos laços que trazemos de outras vidas, que carregamos na nossa essência"

"Eu achei que existia por muitos anos. Quando encontrei ele a primeira vez me senti paralisada, tudo acontecendo em volta em câmera lenta e eu só sabia q eu tinha q estar com ele de alguma forma. Uma sensação difícil de descrever, esquisita, forte e sem muita explicação. Vivemos uma relação de troca que eu nunca tive com nenhum outro ser humano. Mas depois de 10 anos, vejo que era eu romantizando. Que era só bem saudável, uma sorte bacana, amor e tesão. Que alguém séculos atrás chamou isso de alma gêmea."

"Alma gêmea é aquela pessoa que encaixa de um jeito perfeito, até nas imperfeições."

"Minha alma gêmea é um amor da época de escola que nunca se apaga mesmo estando longe um do outro."

E você, acredita que há uma tampa para a sua panela dando sopa por aí? Já encontrou com ela ou está à procura? Me conta nos comentários!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Mayumi Sato