Topo

Depressão tropical se forma nas Bahamas, a 3ª do ano no Atlântico

22/07/2019 19h59

Miami (EUA), 22 jul (EFE).- A terceira depressão tropical da atual temporada de furacões na bacia do Oceano Atlântico se formou nesta segunda-feira nas Bahamas e em frente ao litoral sudeste da Flórida, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

O sistema de baixa pressão apresenta ventos máximos constantes de 45 quilômetros por hora e se move em direção ao noroeste a cerca de 20 quilômetros por hora, em uma trajetória que o manterá afastado da faixa litorânea, de acordo com o centro meteorológico americano.

"O noroeste das Bahamas e a costa leste da Flórida devem estar atentos ao progresso deste sistema", afirmou o NHC em seu último boletim, ao acrescentar que a depressão está posicionada 195 quilômetros a sudeste de West Palm Beach (EUA).

Até a noite de amanhã, as chuvas que o sistema traz consigo acumularão até 70 mililitros nas Bahamas e na costa leste da Flórida.

De acordo com o centro meteorológico, o sistema mudará de direção para nor-noroeste esta noite, e depois seguirá para o norte durante a terça-feira, deslocando-se sobre o mar e em paralelo ao litoral leste da Península da Flórida.

As previsões não indicam um aumento na intensidade dos ventos constantes e o NHC acredita que a depressão irá se dissipar na quarta-feira, em frente ao litoral das Carolinas do Sul e do Norte.

Esta depressão se forma pouco mais de uma semana depois que o furacão Barry alcançou, embora já transformado em tempestade tropical, o litoral do estado da Louisiana (EUA), onde deixou grandes acúmulos de água e milhares de lares sem energia.

A temporada de furacões na bacia do Atlântico começou oficialmente em 1º de junho, mas antes, em 20 de maio, a tempestade subtropical "Andrea" se formou ao sul-sudeste das Bermudas, mas perdeu força logo depois e não causou danos.

A previsão atualizada da Universidade Estadual do Colorado (CSU, na sigla em inglês) difundida neste mês indica que a atividade da atual temporada de furacões no Atlântico será "mediana", com 14 tempestades tropicais, seis das quais se transformariam em furacões. EFE

Mais Tilt